Sobre a técnica de hipofisação de peixes

Autores

  • José de Fatis Tabarelli Neto Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Química Orgânica e Biológica, São Paulo, SP
  • O. F. Ribeiro Universidade de São Paulo, Escola Politécnica, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-5066.v3i3p5-14

Palavras-chave:

O artigo não apresenta palavras-chave.

Resumo

A técnica de hipofisação de nossos peixes foi idealizada e posta em prática por VON IHERING, dadas as condições especiais que, em nosso meio, cercam o ato reprodutivo daquêles animais, principalmente com relação aos peixes de águas correntes, ou segundo a terminologia limnológica, de ambientes lóticos. Ofereceu o referido método, tôdas aquelas vantagens previstas pelo cientista acima referido, sendo a sua técnica adotada por diversos pesquisadores extrangeiros, (15 a 19). Dentre as principais vantagens podemos citar as seguintes:

a) possibilidade da prática da fecundação artificial.

b) índice elevado de aproveitamento, — vantagem esta que permite a aplicação do processo aos peixes de águas paradas ou de ambientes lênticos, uma vez que a desova processada “ in natura”, oferece escasso aproveitamento.

c) permitir as tentativas de cruzamento das espécies de peixes morfologicamente afins, porém fisiológicamente isolados por desovarem em épocas diferentes.

d) permitir estabelecer a hora provável da desova. A técnica original, vem, através de novas pesquisas, sofrendo modificações de modo a se tornar mais prática e eficiente. Iniciando a nossa colaboração nesses estudos, preparamos um extrato glicerinado de hipófises de peixes, que pelo seu comportamento, segundo observações efetuadas, veio tornar a referida técnica de mais fácil e ampla aplicação. Isto porque, o extrato glicerinado oferece:

a) uma solução hormonal capaz de conservar a sua atividade, quando mantida quer no frio, quer na temperatura ambiente, por espaço mínimo de um ano e meio, pois ainda não pudemos estabelecer o limite extremo da referida conservação.

b) a mesma solução hormonal permite a hipofisação de todos os reprodutores de cada lote, na freqüência desejada, o que vem facultar uma avaliação mais ou menos precisa das doses a administrar, tornando os resultados mais uniformes.

c) torna a técnica mais prática uma vez que dispensa o preparo prévio da solução hormonal antes de cada injeção; permitindo que as injeções sejam aplicadas numa freqüência mais espaçada, oque torna mais suave o trabalho do técnico.

d) garante uma assepsia melhor.




Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1946-12-15

Como Citar

Tabarelli Neto, J. de F., & Ribeiro, O. F. (1946). Sobre a técnica de hipofisação de peixes. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária, Universidade De São Paulo, 3(3), 5-14. https://doi.org/10.11606/issn.2318-5066.v3i3p5-14

Edição

Seção

NÃO DEFINIDA