Fenos de capim de rhodes (chloris gayana) ou de alfafa (medicago sativa) para bezerros, em dietas com dois níveis protéicos. I. Digestibilidade

Autores

  • Carlos de Sousa Lucci Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatu, SP
  • José Carlos Machado Nogueira Filho Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Catarina Abdalla Gomide Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Cesar Gonçalves de Lima Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v26i2p259-266

Palavras-chave:

Alimentação (bezerros), Alimentos (digestibilidade), Alimentos (volumosos)

Resumo

Dezesseis bezerros machos, mestiços, com 55 kg a 65 kg de peso e cerca de 3 meses de idade, serviram em experimento de digestibilidade para comparar os seguintes tratamentos, dentro de um esquema fatorial 2 x 2, em delineamento de blocos ao acaso: A) feno de capim de Rhodes e concentrados, 13% PB; B) feno de capim de Rhodes e concentrados, 17% PB; C) feno de alfafa e concentrados, 13% PB; D) feno de alfafa e concentrados, 17% PB. As proporções de concentrados: volumosos foram 20% - 80% em uma primeira etapa experimental e 40 % - 60% em uma segunda etapa, realizada imediatamente após. Os resultados mostraram que com 20% de feno houve melhor retenção de N (44,2%), digestibilidade mais elevada da proteína (71,9%), porém digestibilidade inferior da fibra (37,1%) que com o emprego de 40 % do volumoso (30,0%; 66,8% e 52,6% respectivamente). A fibra foi melhor digerida quando o nível proteico das dietas era de 17% PB, (60,0%) em relação ao nível 13% PB (42,4%), dentro da proporção 40% de volumoso; já para a proporção 20X de volumoso, a matéria seca do tratamento com feno de alfafa foi melhor digerida (78,9%) que a do tratamento com feno de Rhodes (66,5%), dentro do nível de 17% PB.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1989-09-15

Como Citar

Lucci, C. de S., Nogueira Filho, J. C. M., Gomide, C. A., & Lima, C. G. de. (1989). Fenos de capim de rhodes (chloris gayana) ou de alfafa (medicago sativa) para bezerros, em dietas com dois níveis protéicos. I. Digestibilidade. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 26(2), 259-266. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v26i2p259-266

Edição

Seção

ZOOTECNIA