Desaleitamento precoce de bezerros. 1. Níveis de energia e proteína nas rações iniciais

Autores

  • Carlos de Sousa Lucci Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Produção Animal, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v13i2p317-325

Palavras-chave:

Bezerros, Desaleitamcnto precoce, Rações iniciais

Resumo

Trinta e seis bezerros machos Holandeses, puros por cruzamento, foram utilizados em um delineamento de blocos ao acaso, sendo os tratamentos dispostos em arranjo fatorial 2x3, compreendendo dois níveis de energia (76,2% N.D.T. e 69,2% N.D.T.) e três de proteína (12.0% P.D.; 15,0 P.D. e 18.0 P.D.). O período experimental abrangeu do 14º ao 91º dia de vida, fazendo-se o desaleitamento aos 56 dias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1976-09-15

Como Citar

Lucci, C. de S. (1976). Desaleitamento precoce de bezerros. 1. Níveis de energia e proteína nas rações iniciais. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 13(2), 317-325. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v13i2p317-325

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS