Sensibilidade de agentes bacterianos encontrados na mastite bovina, no Estado de São Paulo, à ação de antibióticos e quimioterápicos

Autores

  • Rolando Cury Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v14i2p301-308

Palavras-chave:

Mastite (bovinos), Drogas (terapia), Antibióticos, Bactérias

Resumo

Amostras de bactérias, num total de 76, compreendendo 26 de Streptococcus, 17 de Staphylococcus, 3 de Corynebacterium, 14 de Escherichia, 4 de Proteus, 4 de Hafnia, 1 de Shigella, 1 de Salmonella, 1 de Edwardsiella, 1 de Klebsiella e 4 de Pseudomonas, isoladas do leite contaminado de casos de mastite bovina clinicamente evidente, no Estado de São Paulo, Foram submetidas “in vitro” á ação de 16 tipos de antibióticos e 5 de quimioterápicos, alguns em diferentes concentrações. Os resultados mostraram, independentemente das variações de sensibilidade individuais, que uma associação ampicilina-gentamicina atuaria eficientemente sobre todas as amostras ensaiadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1977-09-15

Como Citar

Cury, R. (1977). Sensibilidade de agentes bacterianos encontrados na mastite bovina, no Estado de São Paulo, à ação de antibióticos e quimioterápicos. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 14(2), 301-308. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v14i2p301-308

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS