Desaleitamento de bezerros holandeses submetidos a dietas diferentes. II. Observações sobre tempos de ruminação e de ingestão de alimentos

  • Carlos de Sousa Lucci Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • José Rubens Blasi Carvalho Rosas
  • Yara Bortoletto
  • Moacir Funada
Palavras-chave: Bezerros, Comportamento animal, Nutrição (ruminantes)

Resumo

Vinte e quatro bezerros machos holandeses PC foram submetidos a quatro tratamentos, os quais compreendiam além do leite em quantidades restritas e mistura iniciadora até 2,5kg por animal por dia, os seguintes alimentos: A) sem volumosos; B) com feno de alfafa; C) com feno de Rhodes (Chlorys gayana) e D) com silagem de milho. Foram feitas observações semanais por períodos de24 horas consecutivas, da 2ª a 12ª semanas de idade, registrando-se a cada cinco minutos as atividades de ingerir alimentos (ração inicial ou volumosos), de ruminação e de ócio (sem ingerir alimentos e sem ruminar). Os tratamentos com volumosos (B, C e D) apresentaram tempos de ruminação significativamente maiores (P≤0,01) que o tratamento sem volumosos (A). Com 12 semanas de idade, esses tempos foram respectivamente iguais a A=149min. B=235min, C=294min e D=316min por período de 24 horas. Uma das conclusões foi que o emprego de volumosos em sistema de desaleitamento precoce com misturas iniciadoras aumenta de forma notável os tempos despendidos no ato de ruminar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1980-06-15
Como Citar
Lucci, C., Rosas, J. R., Bortoletto, Y., & Funada, M. (1980). Desaleitamento de bezerros holandeses submetidos a dietas diferentes. II. Observações sobre tempos de ruminação e de ingestão de alimentos. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 17(1/2), 11-14. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v17i1/2p11-14
Seção
ZOOTECNIA