Contribuição ao estudo da topografia e histologia do nó sinu-atrial em suínos da raça Landrace

  • João Gilberto Lopes Pereira Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Vicente Borelli Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Antonio Fernandes Filho Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
Palavras-chave: Anatomia (suínos), Coração, Nó sinu-atrial

Resumo

A topografia e os aspectos histológicos do nó sinu-atrial, em suínos da raça Landrace, foram determinados mediante o exame de fragmentos seriados, obtidos de 4 corações (2 machos e 2 fêmeas), retirados de animais da aludida raça e submetidos a diferentes métodos de coloração. Nestas preparações, foi possível observar que: 1) o nó sinu-atrial acha-se localizado na junção da veia cava cranial com o átrio direito, mais precisamente, em toda a extensão do sulco terminal e ângulo diedro cavo-atrial; 2) as células do tecido nodal, ricas em glicogênio, apresentam-se com núcleo de forma oval ou arredondada, cromatina frouxa, nucléolos nítidos, envoltos por halo claro, citoplasma acidófilo, exibindo miofibrilas sinuosas e menos estriadas quando comparadas ao miocárdio comum. Estas células mostram-se envolvidas por tecido conjuntivo onde predominam fibras colagênicas e elásticas, encontrando-se a formação nodal acompanhada por vasos arteriais de pequeno e médio calibres, bem como veias, nervos e mesmo células ganglionares.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1983-09-15
Como Citar
Pereira, J. G., Borelli, V., & Fernandes Filho, A. (1983). Contribuição ao estudo da topografia e histologia do nó sinu-atrial em suínos da raça Landrace. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 20(2), 107-110. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v20i2p107-110
Seção
CIÊNCIAS BÁSICAS