Populações microbianas dos rúmens de vacas leiteiras submetidas a diversas rações

  • Carlos de Sousa Lucci Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Harry Russel Conrad Ohio State University, Columbus, OH
  • Burk Dehority Ohio State University, Columbus, OH
  • Jean A. Grubb Ohio State University, Columbus, OH
Palavras-chave: Nutrição (ruminantes), Rúmen (microbiologia), Vacas leiteiras

Resumo

Três vacas Holandesas fistuladas, foram utilizadas para comparar, dentro de um delineamento em "change-over”, três tratamentos com pastos de "orchad grass" (Dactylis glomerata L.),com as seguintes quantidades de concentrados por vaca e por dia: A) zero kg; B) 3,0 kg e C) 6,0 kg. Os períodos de experimentação foram de 28 dias cada um. Na última semana realizaram-se duas coletas independentes dos conteúdos ruminais. Registraram-se os volumes ruminais, em litros; as reciclagens ("turnover") por 24 horas; os números totais de bactérias por ml de conteúdo ruminal; os números de bactérias amilolíticas por ml de conteúdo ruminal; os números totais de bactérias no rúmen; os valores de matéria seca dos conteúdos ruminais; os valores de pH e as porcentagens relativas dos protozoários dos géneros Entodimium sp, Diplodimium sp e Dasytricha sp. Não foram observadas diferenças significativas entre tratamentos, para todas as medidas citadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1982-09-15
Como Citar
Lucci, C., Conrad, H., Dehority, B., & Grubb, J. (1982). Populações microbianas dos rúmens de vacas leiteiras submetidas a diversas rações. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 19(2), 157-161. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v19i2p157-161
Seção
ZOOTECNIA