Contribuição ao estudo topográfico e histológico das glândulas: corpúsculos de Stannius E.F.G. PINHEIRO e tireóide de pacu, Colossoma mitrei, Berg. 1895 (Cypriniformes, Characidae)

  • Agar Costa Alexandrino Instituto de Pesca, São Paulo, SP
  • Elza Ferreira Goldman Pinheiro Instituto de Pesca, São Paulo, SP
Palavras-chave: Histologia (peixes), Corpúsculos de Stannius, Tireóide

Resumo

Os corpúsculos de Stannius e o tecido tireoidiano foram obtidos de Colossoma mitrei, machos em maturação. Os corpúsculos de Stannius encontram-se bilateralmente ao mesonefro, sendo o parênquima constituído de lóbulos incompletos, formados por células poliédricas de núcleo volumoso e citoplasma acidófilo, com granulações grosseiras, apresentando fraca positividade ao PAS. Nos folículos tireoidianos da região faringeana o epitélio é cúbico baixo, enquanto que, nos do pronefro o epitélio é pavimentoso. O colóide dos folículos é acidófilo, PAS positivo, com pequena quantidade de vacúolos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1985-09-15
Como Citar
Alexandrino, A., & Pinheiro, E. (1985). Contribuição ao estudo topográfico e histológico das glândulas: corpúsculos de Stannius E.F.G. PINHEIRO e tireóide de pacu, Colossoma mitrei, Berg. 1895 (Cypriniformes, Characidae). Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 22(2), 107-113. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v22i2p107-113
Seção
CIÊNCIAS BÁSICAS