Contribuição ao estudo das veias toracicas internas de cães sem raça definida

Autores

  • Pedro Primo Bombonato Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Celso Alves Rodrigues Universidade para o Desenvolvimento de Santa Catarina, Palhoça. SC
  • Frederico Ozanam Carneiro e Silva Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • Renato Souto Severino Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • Antonio Fernandes Filho Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Antonio Alberto D'Errico Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v23i2p133-137

Palavras-chave:

Anatomia (cães), Sistema cardiovascular, Veias torácicas

Resumo

Estudou-se o comportamento da desembocadura das veias torácicas internas em 168 cães S.R.Q., sendo 102 machos e 66 fêmeas, tendo-se verificado cinco modalidades de desembocadura, não relacionadas na literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1986-09-15

Como Citar

Bombonato, P. P., Rodrigues, C. A., Carneiro e Silva, F. O., Severino, R. S., Fernandes Filho, A., & D’Errico, A. A. (1986). Contribuição ao estudo das veias toracicas internas de cães sem raça definida. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 23(2), 133-137. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v23i2p133-137

Edição

Seção

CIÊNCIAS BÁSICAS