Prevalência de infecção por Brucella canis em cães da cidade de Campinas - SP, Brasil

  • Pedro Manuel Leal Germano Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Silvio Arruda Vasconcellos Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Masaio Mizuno Ishizuka Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Estevão de Camargo Passos Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Elcio Benedito Erbolato Médico veterinário
Palavras-chave: Brucella canis, Brucelose, cães, soroaglutinação

Resumo

Procedeu-se ao levantamento soroepidemiológico da infecção por Brucella canis, através da prova de soroaglutinação rápida em placa com 2-mercaptoetanol, em cães da cidade de Campinas-SP, Brasil, considerando-se sexo e idade aproximada. A prevalência de infecção brucélica observada foi igual a 5,4% que, para 95% de confiança, se encontrava entre os valores de 3,0 e 7,8%, não se observando diferença significante entre as proporções de machos e fêmeas reagentes. A maior frequência de animais reagentes situou-se entre os cães com idades compreendidas entre 18 e 54 meses (1 ano e meio e 4 anos e meio de idade).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1987-03-15
Como Citar
Germano, P. M., Vasconcellos, S., Ishizuka, M., Passos, E., & Erbolato, E. (1987). Prevalência de infecção por Brucella canis em cães da cidade de Campinas - SP, Brasil. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 24(1), 27-34. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v24i1p27-34
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA