Alterações hematológicas na leptospirose canina

  • Marcia Mary Kogika Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Mitika Muribayashi Hagiwara Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Paulo Hideki Yasuda Universidade de São Paulo, Instituto de Ciências Biomédicas, São Paulo, SP
  • Regina Meiko Sakata Mirandola Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
Palavras-chave: Hematologia, Leptospirose, cães

Resumo

Foram estudadas as alterações hematológicas em cães naturalmente infectados por Leptospira interrogans, agrupados conforme o quadro sintomático manifestado. O grupo I foi composto por 59 cães que se apresentaram urêmicos e ictéricos, reagentes ao serovar icterohaemorrhagiae e/ou copenhageni; o grupo II por 12 cães anictéricos porém urêmicos, reagentes em sua grande maioria ao serovar canicola e, finalmente, o grupo III, compreendido por 10 animais assintomáticos, contactantes dos cães dos dois grupos anteriores, dos quais se isolou o agente etiológico ou que apresentavam aglutininas antileptospiras em títulos elevados. Foi observada leucocitose por neutrofilia e monocitose de igual magnitude nos dois primeiros grupos, não sendo encontrado qualquer alteração no hemograma dos representantes do terceiro grupo. Embora a resposta mais frequente tenha sido a supracitada, houve, em alguns animais, ainda nos primórdios da doença, leucopenia por neutropenia. O leucograma, obtido em todos os animais, permite concluir que a leucocitose é devida ao quadro polissistêmico de insuficiência renal e uremia, que se instala em consequência da localização renal das leptospiras. Não foram encontradas, em nenhum dos grupos estudados, quaisquer alterações quantitativas ou morfológicas das hemácias que sugerissem a existência de anemia hemolítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1987-03-15
Como Citar
Kogika, M., Hagiwara, M., Yasuda, P., & Mirandola, R. (1987). Alterações hematológicas na leptospirose canina. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 24(1), 41-46. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v24i1p41-46
Seção
PATOLOGIA ANIMAL