Política Imigratoria Espanhola entre 1945-1960: o caso gallego

Autores

  • Xosé Ramón Camopos Álvarez UVIGO

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1095.v4i2p417-438

Resumo

No presente artigo realiza-se uma aproximação à política emigratória espanhola durante os primeiros anos do franquismo e suas repercussões em Galiza. Uma vez finalizado o grande ciclo emigratório americano em 1930, este se volta a recuperar a partir de 1946 impulsionado pela abertura da política migratória e se consolida na década dos cinquenta. Também se trata de refletir o contexto histórico no que tem lugar este processo, fazendo especial finca-pé na situação socioeconómica da Galiza das décadas dos 40 e 50.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Xosé Ramón Camopos Álvarez, UVIGO

Profesor de Historia de América, Facultad de Historia, Universidad de Vigo

Downloads

Publicado

2014-12-15

Como Citar

Camopos Álvarez, X. R. (2014). Política Imigratoria Espanhola entre 1945-1960: o caso gallego. Revista Gestão & Políticas Públicas, 4(2), 417-438. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1095.v4i2p417-438

Edição

Seção

Artigos