Contribuições Teóricas da Sociologia das Organizações: o ator e o sistema de Crozier e Friedberg (1977)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/rgpp.v8i2.178265

Palavras-chave:

sociologia das organizações, políticas públicas, ação social, cooperação, poder

Resumo

Crozier e Friedberg propõem uma reflexão acerca das organizações e dos “sistemas de ação concretos” a partir do olhar da sociologia, disponibilizando aos cientistas debruçados sobre as políticas públicas um ferramental epistemológico, teórico e metodológico fundamental para compreender os fenômenos e características da ação pública, desde questões como a cooperação, as relações e disputas de poder. A obra, publicada em 1977, pode ser considerada atemporal uma vez que guarda forte conexão com aspectos fundamentais das relações sociais, de modo que sua leitura é essencial, especialmente considerando que essa escola ainda é pouco conhecida no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Barbosa Checco, Instituto de Energia e Ambiente - Universidade de São Paulo

Graduado em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil, e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Referências

Crozier, Michel., & Friedberg, Erhard. (1977). L’acteur et le système: les contraintes de l’action collective. Paris: Éditions du Seuil.

Downloads

Publicado

2018-12-31

Como Citar

Checco, G. B. (2018). Contribuições Teóricas da Sociologia das Organizações: o ator e o sistema de Crozier e Friedberg (1977). Revista Gestão & Políticas Públicas, 8(2), 379-384. https://doi.org/10.11606/rgpp.v8i2.178265

Edição

Seção

Resenhas