A construção/invenção do samba: mediações e interações estratégicas

Autores

  • Miguel Jost Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i62p112-125

Palavras-chave:

Samba, música popular, canção.

Resumo

O objetivo do presente ar tigo é debater, a partir de uma bibliografia sobre a formação do samba e sua consolidação como canção urbana brasileira do início do século, aspectos da atuação dos primeiros sambistas dentro do contexto em que estes estavam inseridos na produção cultural à época. O texto procura destacar o caráter estratégico dessa atuação e desconstruir certas noções que conferem à formação do samba uma interpretação romantizada e pouco atenta à capacidade de intervenção destes sambistas no cenário cultural do seu tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miguel Jost, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Professor do Departamento de Letras da PUC-Rio, é mestre e doutor em Estudos de Literatura por esta mesma instituição.

Downloads

Publicado

2015-11-13

Como Citar

Jost, M. (2015). A construção/invenção do samba: mediações e interações estratégicas. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (62), 112-125. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i62p112-125

Edição

Seção

Artigos