Patrick Modiano – articulação entre o campo de difusão restrito e o campo da grande produção

Autores

  • Clara Lévy Université Paris VIII-Vincennes, Saint-Denis

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i68p101-121

Palavras-chave:

Patrick Modiano, Prêmio Nobel, campo literário, sucesso crítico, sucesso comercial

Resumo

Em 9 de outubro de 2014, o Prêmio Nobel de literatura foi concedido ao escritor francês Patrick Modiano pela “arte da memória com a qual ele se referiu aos destinos humanos mais difíceis e revelou o mundo da Ocupação”. Nosso texto analisará a posição de Modiano nos campos literários francês e internacional e como seu sucesso de crítica e comercial questiona e desafia parcialmente a teoria composta por P. Bourdieu acerca dos dois subcampos que compõem o campo cultural. Modiano tem sido hábil em reconciliar sua posição no campo da produção restrita (avaliação por críticos, pares, acadêmicos, sendo publicado em coleções de prestígio, obtendo vários prêmios literários, como o mais prestigioso – Prêmio Nobel etc.) com acesso direto ao campo da produção ampliada (grande visibilidade e altas cifras de vendas de seus trabalhos; visibilidade fora do campo literário, por meio de filmes e músicas). Em seguida, analisaremos o impacto da obtenção do Prêmio Nobel em números em termos de impressões e vendas, não só no mercado de livros francês, mas também nos mercados de literatura francesa no exterior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clara Lévy, Université Paris VIII-Vincennes, Saint-Denis

Professora de Sociologia do Institut d’Études Européennes (IEE) da Université de Vincennes Paris 8 e pesquisadora no Laboratoire Théories du Politique do Centre de Recherches Sociologiques et Politiques de Paris (LabTop/Cresppa).

Publicado

2017-12-13

Como Citar

Lévy, C. (2017). Patrick Modiano – articulação entre o campo de difusão restrito e o campo da grande produção. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (68), 101-121. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i68p101-121

Edição

Seção

Artigos