Quando “restos mortais” tornam-se rastros: algumas reflexões sobre a organização do Fundo Alice Piffer Canabrava do Arquivo do IEB/USP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i80p196-218

Palavras-chave:

Alice Piffer Canabrava, Arquivística, Arquivos pessoais

Resumo

Este artigo é resultado de uma operação arquivística na qual fazer, sentir e refletir se entrelaçam. Durante os anos de 2015 e 2016, o autor teve contato diário com a documentação de Alice Piffer Canabrava. Em um primeiro momento, narra-se a operação arquivística relacionada ao tratamento da documentação. O segundo momento é fruto de um fazer-sentir a partir desse contato íntimo e diário com a documentação, ou seja, traz algumas reflexões sobre as práticas de autoarquivamento empreendidas por Canabrava.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Erbereli Júnior, Universidade de São Paulo

Otávio Erbereli Júnior é pós-doutorando no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB/USP).

Referências

ARTIÈRES, Philippe. Arquivar-se: a propósito de certas práticas de autoarquivamento. In: TRAVANCAS Isabel; ROUCHOU, Joëlle; HEYMANN, Luciana. Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa. Rio de Janeiro: FGV, 2013, p. 45-54.

ATA 128ª reunião do Conselho Deliberativo do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo . In: Processo 2003.1.59.31.0. Arquivo IEB. Fundo IEB.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Sistemática do arranjo. In: BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2007a.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. O sentido da descrição documental. In: BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4 ed. Rio de Janeiro: FGV, 2007b.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Identificação de fundos. In: BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2007c.

BENTHIEN, Rafael Faraco. Interdisciplinaridades: latinistas, helenistas e sociólogos em revistas (França 1898-1920). 367 f. Tese (Doutorado em História Social), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Universidade de São Paulo, 2011.

BENTHIEN, Rafael Faraco. O que há de impessoal em arquivos pessoais: considerações a partir de uma experiência de pesquisa na França. Vozes, Pretérito e Devir, v. 3, 2014, p. 42-57.

BRANDI, Felipe. Arquivos privados e história dos historiadores: sobrevoo no acervo pessoal de Georges Duby. In: TRAVANCAS, Isabel; ROUCHOU, Joëlle; HEYMANN, Luciana. Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa. Rio de Janeiro: FGV, 2013, p. 101-130.

CALDEIRA, João Ricardo de Castro. IEB: origem e significados. São Paulo: Oficina do livro Rubens Borba de Moraes, Imprensa oficial do Estado, 2002.

CAMARGO, Ana Maria de; GOULART, Silvana. Tempo e circunstância: a abordagem contextual dos arquivos pessoais. São Paulo: IFHC, 2007.

CANABRAVA, Alice Piffer. (1942). O comércio português no Rio da Prata (1580-1640). São Paulo: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Boletim XXXV. História da Civilização Americana. n. 2, 1944.

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Francisco Iglésias. São Paulo, 22 out. 1972. Acervo Francisco Iglésias. IMS/RJ. FI-C-CP (100).

CANABRAVA, Alice Piffer. Testamento, 1973. Acervo pessoal de Lúcia Carvalho.

CANABRAVA, Alice Piffer. (1944). A indústria do açúcar nas ilhas inglesas e francesas do mar das Antilhas 1697-1755. Tese (Doutorado). São Paulo: Universidade de São Paulo, 1981.

CANABRAVA, Alice Piffer. Entrevista. Projeto Estudos Brasileiros. MIS/SP, 1981a. 00035EBR00026AD (Estudos brasileiros rolo 116.27 A-0150).

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Francisco Iglésias. São Paulo, 1981b. Fundo Alice Piffer Canabrava. Arquivo IEB/USP. APC-CP-P1, 13(5).

CANABRAVA, Alice Piffer. (1946). O açúcar nas Antilhas (1697-1755). 2. ed. São Paulo: Instituto de Pesquisas Econômicas, 1981c. (Ensaios Econômicos, 15).

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Francisco Iglésias. São Paulo, 17 nov. 1981d. Fundo Alice Piffer Canabrava. Arquivo IEB/USP. APC-CP-P1, 27-(2).

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Francisco Iglésias. São Paulo, 29 abr. 1982. Fundo Alice Piffer Canabrava. Arquivo IEB/USP. APC-Ca-P2, 11-(5).

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Francisco Iglésias. São Paulo, 26 set. 1983a. Fundo Alice Piffer Canabrava. Arquivo IEB/USP. APC-CA,P2, 13-(2).

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Antonio Emilio Muniz Barreto. São Paulo, 29 dez. 1983b. Fundo Alice Piffer Canabrava. Arquivo IEB/USP. APC-CA-P4, 15-(2).

CANABRAVA, Alice Piffer. Carta a Maria Celestina Teixeira Mendes Torres. São Paulo, 26 de jan. 1986. Fundo Alice Piffer Canabrava. Arquivo IEB/USP. APC-TORR-006.

CANABRAVA, Alice Piffer. Minhas reminiscências. Economia Aplicada, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 157-163, 1997.

CANABRAVA, Alice Piffer. O desenvolvimento da cultura do algodão na Província de São Paulo (1861-1875). 3. ed. São Paulo: Edusp/Anpuh, 2011.

CERTEAU, Michel de. Heterologies: discourse on the other. Minneapolis: University of Minnesota Press 2010.

CERTEAU, Michel de. A operação historiográfica. In: CERTEAU, Michel de. A escrita da história. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2011, p. 45-111.

CERTEAU, Michel de. História e estrutura. In: CERTEAU, Michel de. História e psicanálise: entre ciência e ficção. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2012a, p. 163-178.

CERTEAU, Michel de. O ausente da história. In: CERTEAU, Michel de. História e psicanálise: entre ciência e ficção. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2012b, p. 179-188.

CERTEAU, Michel de. História e psicanálise: entre ciência e ficção. Belo Horizonte: Autêntica, 2012c.

CERTEAU, Michel de. Fazer com: usos e táticas. In: CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 22. ed. Petrópolis: Vozes, 2014, p. 86-100.

COLÓQUIO Michel de Certeau [em Uso. Artes, Saberes e Antropologia (ASA), Departamento de Antropologia da FFLCH/USP, 19 e 21 setembro de 2016. Disponível em: http://www.coletivoasa.dreamhosters.com/coloquio-michel-de-certeau-em-uso. Acesso em: jul. 2021

ERBERELI JÚNIOR, Otávio. A Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo e a escrita da história econômica de Alice Piffer Canabrava. História Econômica & História de Empresas. São Paulo, v. 19, n. 1, 2016a, p. 9-40.

ERBERELI JÚNIOR, Otávio. De preterida a preferida: considerações em torno da trajetória intelectual de Alice Piffer Canabrava (1935-1951). História da Historiografia, Ouro Preto, n. 22, 2016b, p. 97-115.

ERBERELI JÚNIOR, Otávio. A trajetória intelectual de Alice Piffer Canabrava: um ofício como sacerdócio (1935-1997). Tese (Doutorado em Ciências). Programa de Pós-Graduação em História Econômica Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2019.

ERBERELI JÚNIOR, Otávio. A trajetória intelectual de Alice Piffer Canabrava: um ofício como sacerdócio (1935-1997). Mariana: SBTHH, 2021.

IEB/USP. Guia do IEB. Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo, 2010. Disponível em: http://www.ieb.usp.br/guia-ieb-2/. Acesso em: 7 jul. 2021.

I SEMINÁRIO Internacional Arquivos, Mulheres e Memórias. Programação. Disponível em: http://www.ieb.usp.br/wp-content/uploads/sites/127/2017/03/I-Semin%C3%A1rio-Internacional-Arquivos-Mulheres-e-Mem%C3%B3rias.pdf. Acesso em: jul. 2021.

LOPEZ, André Porto Ancona. Como descrever documentos de arquivo: elaboração de instrumentos de pesquisa. São Paulo: Arquivo do Estado/Imprensa Oficial, 2002.

MCKEMMISH, Sue. Evidence of me. Archives and Manuscripts, n. 24, v. 1, 1996, p. 28-45.

MCKEMMISH, Sue. Provas de mim... Novas considerações. In: TRAVANCAS, Isabel; ROUCHOU, Joëlle;

HEYMANN, Luciana. Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa. Rio de Janeiro: FGV, 2013, p. 17-43.

PALMEIRA, Miguel Soares. Arquivos pessoais e história da história: a propósito dos Finley Papers. In: TRAVANCAS, Isabel; ROUCHOU, Joëlle; HEYMANN, Luciana. Arquivos pessoais: reflexões multidisciplinares e experiências de pesquisa. Rio de Janeiro: FGV, 2013, p. 80-99.

PALMEIRA, Miguel Soares. Moses Finley e a “economia antiga”: a produção social de uma inovação historiográfica. São Paulo: Intermeios, 2018.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora da Unicamp, 2007.

RIEB – Revista do Instituto de Estudos Brasileiros. Dossiê Mulheres, Arquivos e Memórias, n. 71, dez. 2018. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rieb/issue/view/10898. Acesso em: jul. 2021.

SANTOS, Alessandra Soares. Francisco Iglésias: a história e o historiador. São Paulo: Alameda, 2017.

SIMIONI, Ana Paula Cavalcanti; ELEUTÉRIO, Maria de Lourdes. Mulheres, arquivos e memórias. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, Brasil, n. 71, 2018, p. 19-27.

SIRINELLI, Jean-François. Os intelectuais. In: RÉMOND, René (org.). Por uma história política. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2003, p. 231-269.

SWIFT, Graham. Ever after. London: Picador, 1992.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

Erbereli Júnior, O. (2021). Quando “restos mortais” tornam-se rastros: algumas reflexões sobre a organização do Fundo Alice Piffer Canabrava do Arquivo do IEB/USP. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, 1(80), 196-218. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i80p196-218

Edição

Seção

Documentação