Quem arrisca perde e ganha: um estudo sobre O sedutor do sertão, de Ariano Suassuna

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i81p141-157

Palavras-chave:

Ariano Suassuna, O sedutor do sertão, Cultura popular, Folhetos de cordel, Cor

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar um romance de Ariano Suassuna (1927-2014) publicado postumamente: O sedutor do sertão (2020). Apesar de seu aspecto deleitável (o que poderia gerar a impressão de uma escrita facilitada), O sedutor do sertão se mostra uma obra de ampla complexidade compositiva. Fatos históricos da Paraíba, motivos populares, citação de folhetos de  cordel e aproveitamento cromático, tudo isso se concentra na elaboração de uma obra rica em detalhes, bem ao estilo de Ariano Suassuna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio José Santos de Oliveira, Universidade Federal de Sergipe

Professor do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL/UFS), professor do Programa de Pós-Graduação em Letras de Bacabal (PPGLB/UFMA) e líder do Grupo de Pesquisa em Literatura e Visualidade (CNPq/UFS).

Referências

ATHAYDE, João Martins. Historia da Donzela Theodora. Recife: Casa Athayde, 1947.

ATHAYDE, João Martins de. Roldão no leão de ouro [folheto de cordel]. Juazeiro do Norte/CE: José Bernardo da Silva Ltda; Proprietárias Filhas de José Bernardo da Silva, [c. 1975].

BAKHTIN, Mikhail. Epos e romance: sobre a metodologia do estudo do romance. In: BAKHTIN, Mikhail. • n. 81 • abr. 2022 (p. 141-157) 157

Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Trad. Aurora Bernadini et al. 4. ed. São Paulo: Editora da UNESP, 1998. p. 397-428.

BAKHTIN, Mikhail. Teoria do romance II: As formas do tempo e do cronotopo. Trad, posfácio e notas Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2018.

BARROS, Leandro Gomes de. Historia [sic] da Donzela Teodora [folheto de cordel]. [s. l.]: [s. ed.], [s. d].

BATISTA, Sebastião Nunes. Restituição da autoria de folhetos do catálogo. In: Literatura Popular em verso: Estudos. Tomo I. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1973.

BEZERRA, Dinarte Varela. 1930, a Paraíba e o inconsciente político da revolução: a narrativa como ato socialmente simbólico. 225 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais). Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.

BRANDÃO, Satiro Xavier. A triste sorte de Jovelina. Juazeiro do Norte/CE: Tip. São Francisco, 1951.

CADERNOS de Literatura Brasileira. Ariano Suassuna. Instituto Moreira Salles. n. 10, nov., 2000.

CAMPINA, Manoel de Assis. Discussão dum fiscal com uma fateira [folheto de cordel]. Recife: Editor Proprietário João José da Silva, 1976.

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 10. ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2000.

CUNHA, Euclides da. Os sertões. Prefácio de Paulo Roberto Pereira. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional; Brasília: Editora da UnB, 2014.

DOSSIÊ de Registro – Literatura de cordel. Brasília: Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP), 2018.

FOLHETOS de Cordel. Portal de literatura de cordel: do Instituto de Estudos Brasileiros (USP). Disponível em: https://usp.br/portaldocordel/folhetos_cordel.php?busca=2&Pagina=1&ordenar=1. Acesso em: 12 dez. 2020.

FREYRE, Gilberto. Nordeste. São Paulo: Global, 2013.

KREITLER, Hans; KREITLER, Shulamith. Psychology of the arts. Durham/ N. C.: Duke University Press, 1972.

NEWTON JÚNIOR, Carlos. Romance heroico e picaresco. In: SUASSUNA, Ariano. O sedutor do sertão ou o grande golpe da mulher e da malvada. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2020.

POETAS e Cantadores. Cordel: Literatura Popular em Verso. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/cordel/poeta.html. Acesso em: 8 dez. 2020.

POETAS Populares – Síntese biográfica. Memórias da poesia popular: informação sobre vida e obra de poetas populares brasileiros, 2014. Disponível em: https://memoriasdapoesiapopular.com.br. Acesso em: 11 fev 2021.

RIBEIRO, Clovis. Brazões e bandeiras do Brasil. Ilustrações de J. W. Rodrigues. São Paulo: São Paulo Editora Limitada, 1933.

SOBRINHO, Manoel Pereira. A triste sorte de Jovelina [folheto de cordel]. São Paulo: Prelúdio, 1958.

SUASSUNA, Ariano. Ferros do Cariri: uma heráldica sertaneja. Recife: Guariba, 1974.

SUASSUNA, Ariano. Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta. 16. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2017.

SUASSUNA, Ariano. O sedutor do sertão ou o grande golpe da mulher e da malvada. Fixação de texto e apresentação de Carlos Newton Júnior. Ilustrações de Manuel Dantas Suassuna. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2020.

SUASSUNA, Ariano. Teatro completo de Ariano Suassuna: tragédias, v. 2. Apresentação de Alexei Bueno. Ilustrações de Manuel Dantas Suassuna. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2018.

Downloads

Publicado

2022-04-29

Como Citar

Oliveira, F. J. S. de. (2022). Quem arrisca perde e ganha: um estudo sobre O sedutor do sertão, de Ariano Suassuna. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, 1(81), 141-157. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i81p141-157

Edição

Seção

Artigos