O modernismo na perspectiva de Gilda de Mello e Souza

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i82p116-132

Palavras-chave:

Modernismo, pintura, Gilda de Mello e Souza

Resumo

A contribuição de Gilda de Mello e Souza ao debate sobre o modernismo é discutida a partir de três eixos: 1 – a análise do artigo sobre os precursores, que introduziram elementos esparsos de modernidade na pintura nacional; 2 – a análise do ensaio dedicado à tensão entre vanguarda e nacionalismo no primeiro momento do modernismo pictórico; 3 – a revisão de algumas de suas formulações a par tir de pesquisas atuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Annateresa Fabris, Universidade de São Paulo

Professora aposentada da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP).

Referências

AMARAL, Aracy. Artes plásticas na Semana de 22. São Paulo: Perspectiva, 1970.

ANTECEDENTS. In: Semana de 22: antecedents and consequences. São Paulo: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, 1972a.

ANTECEDENTES. In: Semana de 22: antecedentes e consequências. São Paulo: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, 1972b.

ARAÚJO, Raquel Aguilar de. Desmistificando Almeida Júnior: a modernidade do caipira. 19&20, Rio de Janeiro, v. IX, n. 1, jan-jun. 2014. Disponível em: http://www.dezenovevinte.net/artistas/artistas_aj_raa.htm. Acesso em: 16 ago. 2021.

BARDI, P. M. Os precursores – até 1917. In: Os precursores. São Paulo: Museu Lasar Segall, 1974.

BARROS, Regina Teixeira de. Anita Malfatti, 100 anos depois. Moderno MAM, São Paulo, ano 9, n. 6, fev/mar/abr. 2017.

BATISTA, Marta Rossetti. Anita Malfatti no tempo e no espaço. São Paulo: IBM Brasil, 1985.

CATTANI, Icleia Borsa. O desejo de modernidade e as representações da cidade na pintura de Tarsila do Amaral. In: BULHÕES, Maria Amélia; KERN, Maria Lúcia Bastos (org.). A Semana de 22 e a emergência da modernidade no Brasil. Porto Alegre: Secretaria Municipal de Cultura, 1992.

CHIARELLI, Tadeu. Um jeca nos vernissages: Monteiro Lobato e o desejo de uma arte nacional no Brasil. São Paulo: Edusp, 1995.

DOCTORS, Márcio. Desvio para o moderno. In: CAVALCANTI, Lauro (org.). Quando o Brasil era moderno: artes plásticas no Rio de Janeiro 1905-1960. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2001, p. 30-59.

FABRIS, Annateresa. Di Cavalcanti e Portinari: duas visões da arte social. Lumen et Virtus, v. X, n. 24, mar. 2019. Disponível em: http://www.jackbran.com.br/lumen_et_virtus/numero_24.

FABRIS, Annateresa . O futurismo paulista: hipóteses para o estudo da chegada da vanguarda ao Brasil. São Paulo: Perspectiva/Edusp, 1994.

FABRIS, Annateresa . O modernismo nas artes plásticas: algumas releituras. In: FERREIRA, Antonio Celso;

LUCA, Tania Regina de; IOKOI, Zilda Grícoli (Org.). Encontros com a história: percursos históricos e

historiográficos de São Paulo. São Paulo: Editora Unesp, 1999.

FABRIS, Annateresa . Moderno, mas não brasileiro. In: FABRIS, Annateresa (Org.). Crítica e modernidade. São Paulo: ABCA/Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006.

HELIOS. Uma palestra de arte. Correio Paulistano, São Paulo, 29 nov. 1920.

HERKENHOFF, Paulo. Arte brasileira na coleção Fadel: da inquietação do moderno à autonomia da linguagem. Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio, 2002.

LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.

M. DE A. Anita Malfatti. Diário Nacional, São Paulo, 29 set. 1928.

MENOTTI. Annita Malfatti. Correio Paulistano, São Paulo, 20 fev. 1929.

PEDROSA, Mário. Acadêmicos e modernos. São Paulo: Edusp, 1998.

PITTA, Fernanda Mendonça. “Um povo pacato e bucólico”: costume, história e imaginário na pintura de Almeida Júnior. 2013. 383 f. Tese (Doutorado). Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo.

POGGIOLI, Renato. The theory of the avant-garde. Cambridge-London: Harvard University Press, 1968.

SIMIONI, Ana Paula Cavalcanti. Mulheres modernistas: estratégias de consagração na arte brasileira. 2018. 384 f. Tese (Livre-Docência). Instituto de Estudos Brasileiros, Universidade de São Paulo, São Paulo.

SOUZA, Gilda de Mello e. Exercícios de leitura. São Paulo: Duas Cidades, 1980.

SOUZA, Gilda de Mello e. Prefácio. In: BECCARI, Vera d’Horta. Lasar Segall e o modernismo paulista. São Paulo: Brasiliense, 1984.

SOUZA, Gilda de Mello e. Vanguarda e nacionalismo. In: O modernismo de 1917 a 1930. São Paulo: Museu Lasar Segall, 1975.

VIRAVA, Thiago Gil de Oliveira. Um boxeur na arena: Oswald de Andrade e as artes visuais no Brasil (1915-1945).

639 f. Tese (Doutorado). Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Downloads

Publicado

2022-08-23

Como Citar

Fabris, A. (2022). O modernismo na perspectiva de Gilda de Mello e Souza. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, 1(82), 116-132. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i82p116-132

Edição

Seção

Dossiê Paralelos 22