Algumas relações intertextuais entre Euclides da Cunha e Guimarães Rosa

  • Alfredo Cesar-Melo Universidade de Chicago
Palavras-chave: Intertextualidade, Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, sertão

Resumo

A relação entre as principais obras de Euclides da Cunha e Guimarães Rosa tem chamado a atenção da crítica literária, com ênfase para as semelhanças estruturais; a maneira como o ensaio de Euclides ilumina o contexto do romance de Rosa; ou, até mesmo, a forma como Guimarães reescreve Os sertões. Neste artigo, empreendo uma análise centrada na diferença entre o gênero ensaístico e romanesco, destacando como Guimarães Rosa utiliza a ficção para desenvolver certas intuições euclidianas. Estudo um tipo de relação entre literatura e sociedade que não se fia exclusivamente na identidade entre estruturas sociais e literárias, mas exatamente na sua não-identidade, isto é, na capacidade da ficção rosiana de vislumbrar virtualidades e imaginar alternativas para as estruturas sociais vigentes. Três temas euclidianos tratados em Grande sertão: veredas serão evidenciados neste ensaio: o exílio; o conflito entre a civilização e a barbárie; e a transfiguração do sertanejo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-09-01
Como Citar
Cesar-Melo, A. (2011). Algumas relações intertextuais entre Euclides da Cunha e Guimarães Rosa . Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (53), 69-88. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i53p69-88
Seção
Artigos