Política indigenista no Brasil colonial (1570-1757)

  • Heloísa Liberalli Bellotto Universidade de São Paulo / Instituto de Estudos Brasileiros
Palavras-chave: política indigenista, período colonial, escravidão indígena, jesuítas.

Resumo

A ação legislativa colonial portuguesa no que concerne ao trabalho e ao estatuto do indígena foi duramente combatida por colonos e por jesuítas, na medida em que restringiam-lhe o uso escravo e a manipulação das populações autóctones. Entretanto, por ser facciosa e imprecisa, a legislação não logrou possibilitar ao índio a almejada autonomia nem a necessária integração à sociedade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloísa Liberalli Bellotto, Universidade de São Paulo / Instituto de Estudos Brasileiros
Professora Doutora do IEB (área de História).
Publicado
1988-12-31
Como Citar
Bellotto, H. (1988). Política indigenista no Brasil colonial (1570-1757). Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (29), 49-60. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i29p49-60
Seção
Artigos