A escultora Adriana Janacópulos

  • Marta Rossetti Batista Universidade de São Paulo / Instituto de Estudos Brasileiros
Palavras-chave: arte brasileira, escultura brasileira, história da arte no Brasil, influência francesa.

Resumo

Educada na Europa, Adriana Janacópulos iniciou sua carreira de escultora em Paris, onde participou de vários Salões dos anos 20; dedicava-se sobretudo aos retratos. Regressou ao Brasil em 1932, vivendo desde então no Rio de Janeiro; reconhecida pelos inovadores cariocas, executou alguns monumentos marcantes. A partir do final da era Vargas, voltou-se para pequenas esculturas; isolou-se do meio artístico e foi esquecida. Sua obra, moderna mas ligada à figuração e à prática tradicional do metiér, sempre harmoniosa e calma, pautou-se pelo rigor estrutural, pela síntese formal e expressiva. Uma produção de mais de trinta anos que merece ser recuperada na História da Arte no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Rossetti Batista, Universidade de São Paulo / Instituto de Estudos Brasileiros
Professora Assistente Doutora do IEB (área de Artes).
Publicado
1989-12-31
Como Citar
Batista, M. (1989). A escultora Adriana Janacópulos. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (30), 71-93. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i30p71-93
Seção
Artigos