O Pico dos Três Irmãos, obra interrompida de Mário de Andrade pressupostos de uma edição crítica e genética

  • Marcos Antonio de Moraes Instituto de Estudos Brasileiros, Universidade de São Paulo
Palavras-chave: O Pico dos Três Irmãos, Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Murilo Mendes, edição crítica e genética.

Resumo

Pretende-se, neste artigo, refletir sobre o processo de criação de O Pico dos Três Irmãos, ensaio literário interrompido de Mário de Andrade (1893-1945), conservado no espólio do escritor, no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Propõe-se analisar o expressivo conjunto de documentos preparatórios reunidos pelo autor, recuperando os principais fundamentos analíticos e interpretativos do estudo devotado à obra dos poetas Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Murilo Mendes. Abordam-se questões concernentes ao trabalho de edição crítica e genética desse manuscrito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Antonio de Moraes, Instituto de Estudos Brasileiros, Universidade de São Paulo

Professor Doutor do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB-USP). Possui graduação em Letras (Linguística, Português e Francês) e é Mestre e Doutor em Literatura Brasileira em Literatura Brasileira pela USP. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2.

Publicado
2013-12-31
Como Citar
Moraes, M. A. de. (2013). O Pico dos Três Irmãos, obra interrompida de Mário de Andrade pressupostos de uma edição crítica e genética. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (57), 205-230. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i57p205-230
Seção
Dossiê Mario de Andrade