Sobre espaço e experiência. Um olhar sobre a obra Untitled (1971) de Donald Judd na Glass House de Philip Johnson.

Palavras-chave: Donald Judd, Glass House, Philip Johnson.

Resumo

O presente artigo se propõe a analisar a primeira obra site-specific de concreto do artista Donald Judd, Untitled (1971), construída no terreno da Glass House de Philip Johnson. Através do entendimento do trabalho de Judd dentro do contexto da minimal, somado às intenções compositivas de Johnson para o objeto implantado no núcleo histórico de sua icônica residência de vidro, pretende-se especular sobre os cruzamentos e sobreposições de ambos. As distintas percepções acerca do espaço e da experiência que impulsionam os autores, se complementam na criação do objeto que culmina na convivência autônoma e complementar dos tempos de Judd e Johnson.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dely Soares Bentes, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Doutoranda do PROARQ-UFRJ na área de Teoria, História e Crítica da arquitetura. Professora da PUC-RIO

Referências

ARCHER, Michael. Arte contemporânea: uma história concisa. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

COLQUHOUN, Alan. Modernidade e tradição clássica: ensaios sobre arquitetura 1980-87. São Paulo: Cosac & Naify, 2004.

JUDD, Flavin; MURRAY, Caitlin. Donald Judd Writings. New York: Judd Foundation; David Zwirner Books, 2016.

KRAUSS, Rosalind. Caminhos da escultura moderna [1977]. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção [1945]. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

ZONNO, Fabíola do Valle. Lugares Complexos, poéticas da complexidade: entre arquitetura, arte e paisagem. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2014.

Publicado
2020-03-15
Como Citar
Bentes, D. (2020). Sobre espaço e experiência. Um olhar sobre a obra Untitled (1971) de Donald Judd na Glass House de Philip Johnson. Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), 18(1), 1-17. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v18i0p1-17
Seção
Artigos e Ensaios