Coautores urbanos: cidadãos formais, marginalizados e ativistas urbanos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2021.159488

Palavras-chave:

Coautores Urbanos, Apropriações, Micropolíticas

Resumo

O presente artigo tem como objeto de estudo os coautores urbanos, responsáveis por exemplificar através do cotidiano o conceito de coautoria urbana. Estes coautores podem atuar através do urbanismo de topo (quando detém algum tipo de poder, seja ele econômico, social ou político) e do urbanismo de base (quando detém pouco ou nenhum poder, ou são menos favorecidos). Neste artigo, é priorizada a atuação da base, na qual foram percebidas semelhanças entre alguns grupos em suas formas de apropriação, visões de cidade e experiências, formando, então, as chamadas camadas coautoras. Assim, são trabalhadas as territorialidades, micropolíticas, corpos e papéis de três camadas coautoras da base: os cidadãos formais, os cidadãos marginalizados e os ativistas urbanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabrielle Rocha, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Gabrielle Rocha é Arquiteta e Urbanista, Mestre em Urbanismo pelo PROURB/Universidade Federal do Rio de Janeiro, ORCID <https://orcid.org/0000-0002-0831-0842>.

Referências

CARERI, Francesco. Walkscapes. O caminhar como prática estética. 1ª Edição, Barcelona, Gustavo Gili, 2013.

CERTEAU, Michel De. A Invenção do Cotidiano: 1. Artes de Fazer. 22 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

DURAN, Marília Claret Geraes. “Maneiras de Pensar o Cotidiano com Michel De Certeau” in Revista Diálogo Educ., Curitiba, Vol. 7, nº 22. Set./Dez. 2007 (p. 115-128). Disponível em < http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/dialogo?dd1=1577&dd99=view&dd98=pb > Acesso em: 09 jan. 2018.

GEHL, Jan. Cidades para pessoas. São Paulo, Perspectiva, 2013.

GUATTARI, Félix. ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. 12ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes. 2013.

HARVEY, David. Cidades rebeldes: do direito à cidade à revolução urbana. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

HOLSTON, James. Espaços de cidadania insurgente. In: Revista do patrimônio histórico e artístico nacional. nº 24. 1996. (p. 243-253)

JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. 3ªed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.

JACQUES, Paola Berenstein. Pensar por montagens In: JACQUES, Paola Berenstein; PEREIRA, Margareth da Silva (org.). Nebulosas do Pensamento Urbanístico: Tomo I – Modos de Pensar. Salvador: EDUFBA, 2018. (p. 208-234)

JACQUES, Paola Berenstein. Corpografias Urbanas: a memória da cidade no corpo. In: VELLOSO, Monica Pimenta; ROUCHOU, Joelle; OLIVEIRA, Cláudia de. (Orgs.). Corpo: identidades, memórias e subjetividades. Rio de Janeiro: Mauad X/ FAPERJ, 2009. (p-129-139)

JÁUREGUI, Jorge Mario. “La ciudad en devenir: economías informales / espacios efímeros” In: Post-it City. Ciudades Ocasionales. Barcelona: CCCB, 2008.

LIMA, Carlos Henrique Magalhães de. “A cidade em movimento: práticas insurgentes no ambiente urbano” in Oculum Ensaios. Campinas. Vol. 12, n.1 (p. 39-48). Jan/Jun 2015. (p. 39-48)

LIMA, Carlos Henrique Magalhães de. “A cidade insurgente: estratégias dos coletivos urbanos e vida pública” in Arquiteturarevista. Vol. 10, n. 1 (p. 31-36). Jan/Jun 2014. (p. 31-36)

MARSHALL, T. H. Citizenship and social class. In Class, citizenship, and social development. Chicago: University of Chicago Press, 1977. (p.71-134)

ROCHA, Gabrielle Queiroz da. Coautoria Urbana: conflitos entre corpo e cidade-imagem. V!RUS, São Carlos, n. 17, 2018. [online] DOI: 10.4237/virus_journal. Disponível em: < http://www.nomads.usp.br/virus/virus17/?sec=4&item=7&lang=pt > Acesso em: 19 jun. 2019.

SANSÃO-FONTES, Adriana. Intervenções temporárias, marcas permanentes: Apropriações, arte e festa na cidade contemporânea. 1ª edição. Rio de Janeiro: Casa da palavra, 2013.

SANTOS, Milton. Da totalidade ao lugar. São Paulo: EDUSP, 2008. (p. 163)

VELHO, Gilberto. Metrópole, Cultura e Conflito In: VELHO, Gilberto (org.). Rio de Janeiro: Cultura, política e conflito. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007. (p. 9–29)

VELLOSO, Rita. Pensar por constelações In: JACQUES, Paola Berenstein; PEREIRA, Margareth da Silva (org.). Nebulosas do Pensamento Urbanístico: Tomo I – Modos de Pensar. Salvador: EDUFBA, 2018. (p. 100-121)

VELLOSO, Rita. O tempo do agora da insurgência: memória de gestos e política do espaço, segundo Walter Benjamin. In: JACQUES, Paola Berenstein; BRITTO, Fabiana Dultra. (Org.). Corpocidade: Gestos Urbanos. Salvador: EDUFBA. 2017. (p.42-69).

Downloads

Publicado

2021-06-12

Como Citar

Rocha, G. (2021). Coautores urbanos: cidadãos formais, marginalizados e ativistas urbanos. Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), 19, 1-19. https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2021.159488

Edição

Seção

Artigos e Ensaios