Transformações na Arquitetura de Álvaro Siza na década de 1990 : uma entrevista com Jorge Figueira (JF)

Autores

  • Raul Teixeira Penteado Neto Universidade de São Paulo, Instituto de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2020.165222

Palavras-chave:

Siza, Álvaro (1933); inflexões; arqueologia autônoma; memória; atualização de estratégias projetuais;

Resumo

Este artigo tem como objetivo relatar resultados parciais da pesquisa que analisou nove projetos do arquiteto Português Álvaro Siza (1933), produzidos entre os anos de 1966 e 1998, a partir do trinômio “arqueologia, metamorfose e inflexão”. A partir de análise atenta à obra do arquiteto português, observaram-se indícios da existência de processos contínuos de recuperação, transformação e atualização de soluções presentes em seu repertório de projetos pregressos, em novos contextos, processo que seria qualificado por Vittorio Gregotti (1972), com o termo “arqueologia autônoma”. A partir dessas considerações, surge o pressuposto sintetizado no título da dissertação que sugere uma chave de leitura e entendimento da obra de Siza a partir da ideia de que três inflexões mais radicais de linguagem teriam sido tributárias e deflagradas por três projetos não-construídos precedentes, que poderiam ser considerados seus “prenúncios”. Este Artigo apresenta uma entrevista com o Prof. Dr. Jorge Figueira, na busca de esclarecer as possíveis origens da inflexão de linguagem ocorrida no Museu da Fundação Iberê Camargo, única obra do arquiteto português Álvaro Siza construída no Brasil até a data. O trabalho busca evidenciar a relevância da memória, acumulação de influências e experiências pregressas no processo de projeto do arquiteto Álvaro Siza. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raul Teixeira Penteado Neto, Universidade de São Paulo, Instituto de Arquitetura e Urbanismo

Raul Penteado Neto é Arquiteto e Urbanista, doutorando pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP e pesquisador do grupo n.ELAC, professor convidado do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade São Francisco (FAU-USF), ORCID <https://orcid.org/0000-0002-5614-2193> .

Referências

CASTANHEIRA, C., FERNANDES. J. (ed.) Álvaro Siza: Expor / On Display. Porto: Fundação de Serralves, 2005.
CIANCHETTA, A. e MOLTENI, E. (org.) Álvaro Siza. Casas 1954-2004. Milão: Electa, 2004.
CRUZ, V. Retratos de Siza. Porto: Campo das Letras, 2005.
FRAMPTOM, K. Álvaro Siza. Complete works. Milão: Electa, 2000.
FUKUYAMA, F. O fim da história e o último homem. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.
LLANO, P.; CASTANHEIRA, C. Álvaro Siza. Obras e Projectos. Matosinhos: Electa CGAC, 1996.
RANGEL, B.(ed.). Cadernos D’Obra n°2: Fundação Iberê Camargo. Porto: FEUP, março/2010.
ROWE, C. The Mathematics of the Ideal Villa and Other Essays. Cambridge: MIT Press, 1999.
SIZA, A. Imaginar a Evidência / Álvaro Siza. São Paulo: Estação Liberdade, 2012.
SIZA, A. Textos 2: Álvaro Siza. Porto: Parceria A. M. Pereira, 2018.

Downloads

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Penteado Neto, R. T. (2020). Transformações na Arquitetura de Álvaro Siza na década de 1990 : uma entrevista com Jorge Figueira (JF). Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), 18, 1-15. https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2020.165222

Edição

Seção

Entrevista