Questões da Verticalização Urbana na França e no Brasil

Projeto Highrise

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v18i2p138-166

Palavras-chave:

Cidade contemporânea, Produção do espaço urbano, Verticalização, Highrise

Resumo

Entende-se que o espaço urbano seja produto e produtor das dinâmicas que regem o seu tempo e que, portanto, reflita as contradições de seu processo de produção. Neste momento, este processo encontra-se, via de regra, condicionado por uma articulação entre Estado e agentes privados que promove oposições e tensões entre domínios, legalidades, usos e práticas urbanas, demandando novas interpretações das relações estabelecidas. O projeto ‘Highrise Living and the Inclusive City’ investiga o processo de verticalização em São Paulo, Brasil e Lyon, França, a partir determinados eixos e escalas de análise, cruzando processos metodológicos que abrangem análises espaciais e a construção de cartografias críticas pós-representacionais e narrativas espaço-temporais. Essa comunicação apresenta os resultados da pesquisa em escalas mais reduzidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-09-01

Como Citar

Camargo, C. M. de, Alves, M. R., & Cardozo, L. (2020). Questões da Verticalização Urbana na França e no Brasil: Projeto Highrise. Risco - Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo, 18(2), 138-166. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v18i2p138-166