Morar Anunciado: a veiculação publicitária da Unilabor na mídia paulistana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2021.171972

Palavras-chave:

Publicidade, Mobiliário, Domesticidade

Resumo

A fábrica de móveis Unilabor funcionou na cidade de São Paulo de 1954 a 1967, na Vila Brasílio Machado, e foi um ícone da relação entre a atividade comunitária religiosa, a partir da humanização do trabalho e a partilha de gestão da empresa, com a Arte Moderna e o design de mobiliário. Nessa relação atípica, a Unilabor utilizou diferentes estratégias e materiais visuais em sua publicidade, que, além do objetivo principal dos anúncios que era a venda de móveis, também comunicava aos potenciais consumidores ideias de gosto, voltadas a um projeto de modernidade para o espaço doméstico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Osvaldo Bruno Meca Santos da Silva, Universidade Federal de São Paulo

Graduado e Licenciado em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP). Mestre pelo Programa de Pós Graduação em História pela Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (EFLCH/UNIFESP), na linha de pesquisa Instituições, Vida Material e Conflito, com a pesquisa "Forma, Função, Produção": a publicidade da Unilabor e um projeto de modernidade. Pesquisador do grupo de pesquisa Cidade, Arquitetura e Preservação em Perspectiva Histórica.

Fernando Atique, Universidade Federal de São Paulo. Departamento de História

Professor Associado do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo onde ministra cursos na graduação e na pós-graduação na área de História, Espaço e Patrimônio Edificado. É arquiteto e urbanista (1999), mestre (2002) e doutor (2007) pela Universidade de São Paulo - USP. É pós-doutor em História pela New York University - NYU - (2016). É membro fundador da Associação Ibero-Americana de História Urbana - AIHU. É, também, membro do ICOMOS-Brasil. Coordena o Grupo de Pesquisa CAPPH - Cidade, Arquitetura e Preservação em Perspectiva Histórica, na Unifesp. É Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq.

Referências

ANGELO, Michelly Ramos de. Les Développeurs: Louis-Joseph Lebret e a SAGMACS na formação de um grupo de ação para o planejamento urbano no Brasil. Tese (Doutorado em Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010.

BALLENT, Anahi. A “casa jovem”: imagens da modernização do lar nos anos 1960 e 1970 na revista Claudia da Argentina. In: Domesticidade, gênero e cultura material. São Paulo: EDUSP/CPC, 2017.

BARROS, Fabiana de (org.). Geraldo de Barros: isso. São Paulo: SESC, 2013.

BOSI, Alfredo. Economia e humanismo. Estudos avançados, São Paulo, v. 26, n. 75, 2012.

BOURDIEU, Pierre. A Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

CLARO, Mauro. Unilabor: desenho industrial, arte moderna e autogestão operária. São Paulo: Senac, 2004.

COSTA, Sabrina Studart Fontenele. Modos de morar na metrópole: a representação das mulheres e da domesticidade nos apartamentos duplex modernos. Anais eletrônicos do Seminário Internacional Fazendo Gênero, Florianópolis, 2017.

CURTIS, William J. R. Arquitetura Moderna desde 1900. Porto Alegre: Bookman, 2008.

FIGUEIREDO, Anna Cristina Camargo Moraes. “Liberdade é uma calça velha azul e desbotada”: publicidade, cultura de consumo e comportamento político no Brasil (1954-1964). São Paulo: Hucitec, 1998.

FORTY, Adrian. Objetos de desejo – Design e sociedade desde 1750. São Paulo: Cosac Naify. 2013.

GINZBURG, Carlo. O Queijo e os vermes: o cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

HOBSBAWM, Eric J. Tempos Fraturados: Cultura e Sociedade no século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

MELLO, Joana. O avesso da arquitetura moderna: domesticidade e formas de morar na habitação privada brasileira 1940-1960. Contraste, São Paulo, n. 3, 2014.

MELO, Chico Homem de. O design brasileiro: anos 60. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

PONTUAL, Virgínia. Louis-Joseph Lebret na América Latina: um exitoso laboratório de experiências em planejamento humanista. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2016.

RUBINO, Silvana. A casa moderna: modos de usar. IV ENANPARQ, Porto Alegre, 2016.

SABO, André Lacroce. Ruben Martins: Trajetória e Análise da Marca Rede de Hotéis Tropical. Dissertação (Mestrado em Design e Arquitetura) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

SANTOS, Frei João Baptista Pereira dos. Unilabor: Uma revolução na estrutura da empresa. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1962.

SANTOS, Frei João Baptista Pereira dos. Os chifres do diabo - capitalismo e comunismo. São Paulo: SAL, 1964.

WOLLNER, Alexandre. Design visual: 50 anos. São Paulo: Cosac Naify, 2003.

Downloads

Publicado

2021-06-28

Como Citar

Silva, O. B. M. S. da, & Atique, F. (2021). Morar Anunciado: a veiculação publicitária da Unilabor na mídia paulistana. Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), 19, 1-21. https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2021.171972

Edição

Seção

Artigos e Ensaios