O Studio de Arte Palma e a fábrica de móveis Pau Brasil: povo, clima, materiais nacionais e o desenho de mobiliário moderno no Brasil

Autores

  • Aline Coelho Sanches Universidade de São Paulo; Escola de Engenharia de São Carlos; Departamento de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v0i1p22-43

Palavras-chave:

mobiliário moderno brasileiro, Lina Bo Bardi, Giancarlo Palanti

Resumo

Este estudo investiga o Studio de Arte Palma e a fábrica de Móveis Pau Brasil, empreendimentos do setor de design de mobiliário do final da década de 1940 e início da década de 1950, resultados da associação de três imigrantes italianos: Pietro Maria Bardi, Giancarlo Palanti e Lina Bo Bardi. Pretende compreender as matizes que os temas referentes ao conflito entre cosmopolitismo e localismo tomaram nesta experiência, observando quais os problemas que se colocavam aos seus arquitetos e como estes os enfrentavam diante do desejo de atualização e renovação da produção artística, segundo os preceitos do movimento moderno internacional, em que se buscava assegurar, ao mesmo tempo, uma especificidade local, brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-07-01

Como Citar

Sanches, A. C. (2003). O Studio de Arte Palma e a fábrica de móveis Pau Brasil: povo, clima, materiais nacionais e o desenho de mobiliário moderno no Brasil. Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), (1), 22-43. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v0i1p22-43

Edição

Seção

Artigos e Ensaios