Modernização, inventividade e mimetismo na arquitetura residencial em Belém entre as décadas de 1930 e 1960

Autores

  • Celma Chaves Pont Vidal Universidade Federal do Pará; Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v0i8p145-163

Palavras-chave:

Belém, arquitetura residencial e modernização, arquitetura moderna

Resumo

Este artigo trata do processo de modernização, principalmente nos aspectos formais e programáticos, da arquitetura residencial produzida em Belém entre as décadas de 1930 e 1960. Situam-se, por um lado, as referências arquitetônicas a partir das quais os profissionais conceberam e realizaram suas obras, em relação ao cenário arquitetônico nacional e internacional desse período, ressaltando elementos, soluções, composições e pensamentos. Por outro lado, consideram-se os processos locais de transformação sócio-econômico e político, que se desenvolviam desde a década de 1930, e que estavam subjacentes aos anseios por uma renovação da arquitetura e da cidade, como influência importante na maneira de pensar e atuar para a consecução desse processo modernizador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-07-01

Como Citar

Vidal, C. C. P. (2008). Modernização, inventividade e mimetismo na arquitetura residencial em Belém entre as décadas de 1930 e 1960. Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), (8), 145-163. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v0i8p145-163

Edição

Seção

Artigos e Ensaios