[1]
D. Vitale, “O arquiteto é um fingidor”, Risco, Rev. Pesqui. Arquit. Urban., vol. 15, nº 2, p. 7-26, jul. 2018.