Avaliação dos Programas de Controle de Infecção Hospitalar em serviços de saúde

Autores

  • Mayra Gonçalves Menegueti Universidade de São Paulo; Hospital das Clínicas; Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Universidade de São Paulo
  • Silvia Rita Marin da Silva Canini Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; Universidade de São Paulo
  • Fernando Bellissimo-Rodrigues Universidade de São Paulo; Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Universidade de São Paulo
  • Ana Maria Laus Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.0113.2530

Resumo

OBJETIVOS: avaliar os Programas de Controle de Infecção Hospitalar nas instituições hospitalares, quanto aos indicadores de estrutura e processo. MÉTODO: trata-se de um estudo descritivo, exploratório e quantitativo, realizado em 2013. A população foi composta por 13 Programas de Controle de Infecção Hospitalar de serviços de saúde, de uma cidade brasileira do interior paulista. Foram utilizados instrumentos de domínio público, disponibilizados no Manual de Indicadores de Avaliação de Práticas de Controle de Infecção Hospitalar. RESULTADOS: os indicadores com maior média de conformidade foram "Avaliação da Estrutura dos Programas de Controle de Infecção Hospitalar" (75%) e "Avaliação do Sistema de Vigilância Epidemiológica de Infecção Hospitalar" (82%) e os com menores médias foram "Avaliação das Diretrizes Operacionais" (58,97%) e "Avaliação das Atividades de Controle e Prevenção de Infecção Hospitalar" (60,29%). CONCLUSÃO: o uso de indicadores identificou que, apesar do conhecimento produzido sobre ações de prevenção e controle de infecções hospitalares, ainda existe um grande hiato entre prática e recomendações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-02-01

Como Citar

Menegueti, M. G., Canini, S. R. M. da S., Bellissimo-Rodrigues, F., & Laus, A. M. (2015). Avaliação dos Programas de Controle de Infecção Hospitalar em serviços de saúde . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 23(1), 98-105. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0113.2530

Edição

Seção

Artigos Originais