Adaptação e validação do Inventário de Sobrecarga do Cuidador para uso em cuidadores de idosos

Autores

  • Daiany Borghetti Valer
  • Marinês Aires Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Fernanda Lais Fengler Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Escola de Enfermagem; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lisiane Manganelli Girardi Paskulin Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Escola de Enfermagem; Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.3357.2534

Resumo

OBJETIVO: adaptar e validar o Inventário de Sobrecarga do Cuidador para uso em cuidadores de idosos no Brasil. MÉTODO: estudo metodológico envolvendo tradução inicial, síntese das traduções, retrotradução, revisão por comitê de especialistas, pré-teste, envio da versão final para apreciação dos autores da versão original, e avaliação de suas propriedades psicométricas. O inventário avalia cinco dimensões de sobrecarga do cuidador: tempo dependente, sobrecarga à vida pessoal, física, social e emocional. RESULTADOS: participaram do estudo 120 cuidadores familiares. Todos os indivíduos sob cuidado destes cuidadores eram idosos que dependiam de assistência para realizar atividades da vida diária e residiam na região central da cidade de Porto Alegre, RS, Brasil. O valor alfa de Cronbach encontrado para o inventário foi de 0,936 e o coeficiente de correlação Pearson para a relação entre os escores obtidos no Inventário de Sobrecarga do Cuidador e na escala Burden Interview foi de 0,814. O coeficiente de correlação intraclasse foi de 0,941 e o valor do teste t de Student que comparou os escores do teste e reteste foi de 0,792. CONCLUSÃO: o instrumento apresentou confiabilidade apropriada e a adequação de seus itens e domínios foi confirmada neste estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-02-01

Como Citar

Valer, D. B., Aires, M., Fengler, F. L., & Paskulin, L. M. G. (2015). Adaptação e validação do Inventário de Sobrecarga do Cuidador para uso em cuidadores de idosos . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 23(1), 130-138. https://doi.org/10.1590/0104-1169.3357.2534

Edição

Seção

Artigos Originais