Adaptação cultural, validade de conteúdo e confiabilidade interobservadores do "STAR Skin Tear Classification System"

Autores

  • Kelly Cristina Strazzieri-Pulido Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira
  • Vera Lúcia Conceição de Gouveia Santos Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem; Universidade de São Paulo
  • Keryln Carville Silver Chain and Curtin University; Curtin University

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.3523.2537

Resumo

OBJETIVOS: realizar a adaptação cultural do STAR Skin Tear Classification System, para a língua portuguesa e testar a validade de conteúdo e a confiabilidade interobservadores da versão adaptada. MÉTODOS: estudo metodológico com abordagem quantitativa. A adaptação cultural foi desenvolvida em três fases: tradução, avaliação por comitê de juízes e retrotradução. O instrumento foi testado quanto à validade de conteúdo e confiabilidade interobservadores. RESULTADOS: a versão adaptada obteve um nível regular de concordância quando aplicada por enfermeiros em fotografias de lesões por fricção. Quando aplicada na prática clínica, a versão adaptada obteve nível moderado e estatisticamente significativo de concordância. CONCLUSÃO: o estudo atestou a validade de conteúdo e a confiabilidade interobservadores da versão adaptada para a língua portuguesa. Sua inclusão na prática clínica possibilitará a correta identificação desse tipo de lesão, além da implementação de protocolos para a prevenção e tratamento das lesões por fricção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-02-01

Como Citar

Strazzieri-Pulido, K. C., Santos, V. L. C. de G., & Carville, K. (2015). Adaptação cultural, validade de conteúdo e confiabilidade interobservadores do "STAR Skin Tear Classification System" . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 23(1), 155-161. https://doi.org/10.1590/0104-1169.3523.2537

Edição

Seção

Artigos Originais