Acurácia diagnóstica das características definidoras do diagnóstico volume de líquidos excessivo de pacientes em hemodiálise

Autores

  • Maria Isabel da Conceição Dias Fernandes Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Departamento de Enfermagem
  • Miclécia de Melo Bispo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Érida Maria Diniz Leite Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Hospital Universitário Onofre Lopes
  • Marcos Venícios de Oliveira Lopes Universidade Federal do Ceará; Departamento de Enfermagem
  • Viviane Martins da Silva Universidade Federal do Ceará; Departamento de Enfermagem
  • Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Departamento de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.0380.2649

Resumo

Objetivo: avaliar a acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem volume de líquidos excessivo da NANDA Internacional, em pacientes submetidos à hemodiálise. Método: trata-se de um estudo de acurácia diagnóstica, com delineamento do tipo transversal, realizado em duas etapas. A primeira envolveu 100 pacientes de uma clínica de diálise e um hospital universitário do Nordeste do Brasil, investigando-se sobre a presença e ausência das características definidoras do volume de líquidos excessivo. Na segunda etapa, estas características foram avaliadas por enfermeiros diagnosticadores, que julgaram a presença ou ausência do diagnóstico. Para análise das medidas de acurácia foram calculados sensibilidade, especificidade e valores preditivos positivo e negativo. Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob o protocolo nº 148.428. Resultados: o indicador mais sensível foi o edema e os mais específicos foram congestão pulmonar, ruídos respiratórios adventícios e agitação. Conclusão: as características definidoras mais acuradas, consideradas válidas para a inferência diagnóstica do volume de líquidos excessivo em pacientes submetidos à hemodiálise são edema, congestão pulmonar, ruídos respiratórios adventícios e agitação. Assim, na presença destas, o enfermeiro poderá traçar, com segurança, a presença do diagnóstico estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-12-01

Como Citar

Fernandes, M. I. da C. D., Bispo, M. de M., Leite, Érida M. D., Lopes, M. V. de O., Silva, V. M. da, & Lira, A. L. B. de C. (2015). Acurácia diagnóstica das características definidoras do diagnóstico volume de líquidos excessivo de pacientes em hemodiálise . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 23(6), 1057-1064. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0380.2649

Edição

Seção

Artigos Originais