Autoridade Prescritiva e Enfermagem: uma análise comparativa no Brasil e no Canadá

Autores

  • Maria Lígia dos Reis Bellaguarda Associação Brasileira de Enfermagem
  • Sioban Nelson University of Toronto; Lawrence S. Bloomberg Faculty of Nursing
  • Maria Itayra Padilha Universidade Federal de Santa Catarina; Departamento de Enfermagem
  • Jaime Alonso Caravaca-Morera Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.0418.2650

Resumo

Objetivo: analisar as diferenças entre prescrição de medicamentos por enfermeiros no Brasil e em Ontário, Canadá. Métodos: estudo comparativo entre dois cenários diferentes; esta comparação não foi realizada entre os dois países, pois o Canadá não padroniza esta prática, que se encontra legalmente estabelecida e é considerada como uma área de conhecimento profissional avançado no Brasil. Resultados: prescrição é uma posição profissional a ser ocupada por enfermeiros. No entanto, há uma tensão em torno desta prática, já que é percebida como uma ameaça aos privilégios ou às tradições de outros profissionais de saúde. A prescrição de medicamentos por enfermeiros no Brasil e em Ontário segue a legislação vigente e processo de treinamento em cada contexto. Conclusões: existem alguns desafios a serem superados para garantir a visibilidade e a consolidação da prática pelos enfermeiros nestas realidades: garantia de aptidão profissional, credibilidade, aceitabilidade e respeitabilidade de clientes em seu âmbito profissional por outros profissionais de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-12-01

Como Citar

Bellaguarda, M. L. dos R., Nelson, S., Padilha, M. I., & Caravaca-Morera, J. A. (2015). Autoridade Prescritiva e Enfermagem: uma análise comparativa no Brasil e no Canadá . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 23(6), 1065-1073. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0418.2650

Edição

Seção

Artigos Originais