Fatores de risco para quedas em pacientes adultos hospitalizados

um estudo caso-controle

Autores

  • Isis Marques Severo Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Serviço de Terapia Intensiva
  • Ricardo de Souza Kuchenbecker Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina
  • Débora Feijó Villas Boas Vieira Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
  • Amália de Fátima Lucena Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
  • Miriam de Abreu Almeida Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.1590/rlae.v26i0.154232

Palavras-chave:

Acidentes por Quedas, Fatores de Risco, Adulto, Hospitais, Prática Avançada de Enfermagem, Análise Quantitativa

Resumo

Objetivo: identificar os fatores de risco para a ocorrência de quedas em pacientes adultos hospitalizados. Métodos: estudo do tipo caso-controle pareado (um controle para cada caso). Pesquisa quantitativa realizada em unidades clínicas e cirúrgicas de um hospital universitário da região Sul do Brasil. A amostra incluiu 358 pacientes. Os dados foram coletados durante 18 meses, entre 2013-2014. A análise dos dados foi realizada por meio de estatística descritiva e regressão logística condicional, utilizando o Microsoft Excel e o SPSS versão 18.0. Resultados: os fatores de risco identificados foram: desorientação/confusão [OR 4,25 (1,99 a 9,08), p<0,001]; micção frequente [OR 4,50 (1,86 a 10,87), p=0,001]; limitação para caminhar [OR 4,34 (2,05 a 9,14), p<0,001]; ausência de cuidador [OR 0,37 (0,22 a 0,63), p<0,001]; período pós-operatório [OR 0,50 (0,26 a 0,94), p=0,03]; e o número de medicamentos administrados nas 72 horas anteriores à queda [OR 1,20 (1,04 a 1,39) p=0,01]. Conclusão: os riscos para quedas são multifatoriais. Todavia, conhecê-los dá suporte à decisão clínica do enfermeiro, o que contribui para a busca das melhores intervenções preventivas e impacta positivamente na segurança dos pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isis Marques Severo, Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Serviço de Terapia Intensiva

PhD, Enfermeira, Serviço de Terapia Intensiva, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Ricardo de Souza Kuchenbecker, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina

PhD, Professor Adjunto, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Débora Feijó Villas Boas Vieira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem

PhD, Professor Adjunto, Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Amália de Fátima Lucena, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem

PhD, Professor Adjunto, Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Miriam de Abreu Almeida, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem

PhD, Professor Adjunto, Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Publicado

2019-02-01

Como Citar

Severo, I. M., Kuchenbecker, R. de S., Vieira, D. F. V. B., Lucena, A. de F., & Almeida, M. de A. (2019). Fatores de risco para quedas em pacientes adultos hospitalizados: um estudo caso-controle. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 26, e3016. https://doi.org/10.1590/rlae.v26i0.154232

Edição

Seção

Artigos Originais