Estudo clínico randomizado comparando métodos de aquecimento ativo para prevenção de hipotermia intraoperatória em gastroenterologia

  • Regina Maria da Silva Feu Santos https://orcid.org/0000-0003-1082-7186
  • Ilka de Fatima Santana Ferreira Boin
  • Cristina Aparecida Arivabene Caruy
  • Eliane de Araújo Cintra
  • Nathalia Agostini Torres
  • Hebert Nogueira Duarte
Palavras-chave: Hipotermia, Enfermagem, Período Perioperatório, Regulação da Temperatura Corporal, Temperatura do Corpo, Equipamentos e Provisões

Resumo

Objetivo: comparar a eficácia de três métodos de aquecimento ativo na prevenção da hipotermia intraoperatória em cirurgias gastroenterológicas por via aberta. Método: ensaio clínico randomizado com amostra de 75 pacientes, com temperatura corpórea inicial mensurada por termômetro timpânico. Considerou-se hipotermia a temperatura esofágica <36ºC. Foram distribuídos em três grupos: colchão térmico, manta de aquecimento de ar forçado Underbody e sistema de infusão aquecida. As temperaturas timpânica e esofágica foram aferidas em diferentes momentos do intraoperatório, mas a temperatura considerada padrão ouro foi a esofágica. Para avaliar a homogeneidade dos grupos, utilizou-se o teste qui-quadrado (variáveis categóricas). Na comparação das medidas de temperatura ao longo do tempo, a análise de variância (ANOVA) e teste de perfil de contraste para a diferença das temperaturas entre os tempos. Para comparação dos três grupos, usou-se o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis. O nível de significância foi de 5%. Resultados: em relação às variáveis estudadas, os grupos não foram homogêneos quanto à variável categórica sexo. Todos os pacientes apresentaram hipotermia no período intraoperatório (p > 0,05). Conclusão: não houve diferença significativa entre os métodos de aquecimento na prevenção da hipotermia intraoperatória. REBEC – Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (RBRnº52shjp).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-14
Como Citar
Santos, R. M., Boin, I. de F., Caruy, C. A., Cintra, E., Torres, N., & Duarte, H. (2019). Estudo clínico randomizado comparando métodos de aquecimento ativo para prevenção de hipotermia intraoperatória em gastroenterologia. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 27, e3103. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2589.3103
Seção
Artigos Originais