Aprendendo com os erros

análise dos incidentes em uma unidade de cuidados neonatais

Palavras-chave: Segurança do Paciente, Erros Médicos, Neonatologia, Cuidados de Enfermagem, Erros de Medicação, Qualidade da Assistência à Saúde

Resumo

Objetivo: analisar os incidentes notificados em uma unidade de cuidados neonatais. Método: estudo quantitativo, transversal e retrospectivo, com amostra de 34 recém-nascidos. A coleta dos dados ocorreu mediante preenchimento de formulário estruturado, composto por duas partes: características sociodemográficas/clínicas dos recém-nascidos, e características dos incidentes notificados. Os dados foram coletados do sistema informático da instituição, em um período correspondente a 13 meses, sendo analisados por meio de estatística descritiva. Resultados: quanto às características sociodemográficas e clínicas, a maioria dos recém-nascidos era de prematuros (70,6%), do sexo masculino (52,9%) e que nasceu por meio de cesariana (76,5%). No período estudado foram notificados 54 incidentes, totalizando uma frequência de 1,6 incidente por recém-nascido. Encontrou-se que 61,1% dos incidentes estavam relacionados a medicamentos, 14,8% associados à perda acidental de tubo traqueal e 9,3% ligados à obstrução de cateteres. Conclusão: a análise dos incidentes notificados demonstrou que a maioria dos incidentes se refere ao processo de medicamentos. As informações sobre os incidentes podem ampliar a percepção dos profissionais de saúde em relação ao impacto das suas ações.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-19
Como Citar
Hoffmeister, L., Moura, G. M., & Macedo, A. P. (2019). Aprendendo com os erros. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 27, e3121. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2795.3121
Seção
Artigos Originais