Prevalência de violência na escola e uso de álcool e outras drogas entre adolescentes

  • Maria Aparecida Beserra
  • Diene Monique Carlos https://orcid.org/0000-0002-4950-7350
  • Maria Neto da Cruz Leitão
  • Maria das Graças Carvalho Ferriani Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Centro Colaborador da OPAS/OMS para o Desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem
Palavras-chave: Comportamento do Adolescente, Saúde Escolar, Violência, Drogas Ilícitas, Consumo de Álcool por Menores, Hábito de Fumar

Resumo

Objetivo: analisar a violência escolar sofrida e praticada e a sua associação com o uso de álcool e outras drogas entre adolescentes com 12 a 18 anos de idade. Método: a amostra do estudo foi composta por 643 adolescentes matriculados em seis escolas, que responderam a dois questionários autoaplicáveis: “Global School-based Student Health Survey” e “Violência na Escola”. A análise estatística foi realizada utilizando-se o teste Qui-quadrado e o grau de associação entre as variáveis analisado por meio da razão de prevalência. Resultados: as prevalências de violência escolar sofrida e praticada foram de 62,2% e 51,9%, respectivamente. Cerca de 44,6% dos agressores afirmaram não querer mudar seu comportamento. Houve prevalência expressiva do uso de álcool (16,5%), tabaco (15,7%), drogas ilícitas (6,8%) e de embriaguez (12,6%). Houve associação significativa entre a violência sofrida e a faixa etária de 12 a 14 anos (p=0,001), sexo masculino (p=0,011) e grau de escolaridade em ensino fundamental (p<0,001). Em mães com menos de oito anos de estudo, a associação foi significativa para a violência praticada (p=0,002). Conclusão: o estudo traz contribuições para os aspectos envolvidos na violência escolar, que podem subsidiar ações e políticas nesse âmbito.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-19
Como Citar
Beserra, M. A., Carlos, D., Leitão, M. N., & Ferriani, M. das G. (2019). Prevalência de violência na escola e uso de álcool e outras drogas entre adolescentes. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 27, e3110. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2124.3110
Seção
Artigos Originais