Efeito do monitoramento remoto de enfermagem sobre o excesso de peso de mulheres: ensaio clínico

  • Catia Suely Palmeira https://orcid.org/0000-0001-6328-8118
  • Fernanda Carneiro Mussi
  • Carlos Antônio Souza de Teles Santos
  • Maria Lourdes Lima
  • Ana Marice Teixeira Ladeia
  • Lidia Cintia de Jesus Silva
Palavras-chave: Obesidade, Monitoramento, Telenfermagem, Educação em Saúde, Ensaio Clínico, Mulheres

Resumo

Objetivo: avaliar o efeito do monitoramento remoto de enfermagem na melhora das medidas antropométricas de mulheres com excesso de peso. Método: ensaio clínico controlado, randomizado, realizado em ambulatório de referência em obesidade. Constituíram o baseline 101 mulheres, alocadas aleatoriamente em dois grupos, 51 no grupo de intervenção (GI) e 50 no grupo controle (GC). O GI recebeu o monitoramento remoto por telefone e acompanhamento convencional e o GC acompanhamento convencional. A avaliação das mulheres ocorreu no baseline e após três meses de intervenção. Para avaliar as diferenças das medidas antropométricas intragrupos, utilizou-se o teste t pareado e, intergrupos, a análise de covariância, adotando-se significância estatística de 5%. Completaram o estudo 81 mulheres. Resultados: na comparação intergrupos após a intervenção, verificou-se redução de 1,66 kg na média do peso (p = 0,017) e redução de 0,66 kg/m2 na média do IMC (p = 0,015) para o grupo intervenção. Houve redução de 2,5 cm na CC no grupo intervenção com diferença estatística boderline (p=0,055). Conclusão: o efeito do monitoramento remoto foi benéfico na redução das medidas antropométricas. RBR3hzdgv.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-19
Como Citar
Palmeira, C., Mussi, F., Santos, C. A., Lima, M. L., Ladeia, A. M., & Silva, L. (2019). Efeito do monitoramento remoto de enfermagem sobre o excesso de peso de mulheres: ensaio clínico. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 27, e3129. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2651.3129
Seção
Artigos Originais