Processo e resultado do cuidado pré-natal segundo os modelos de atenção primária: estudo de coorte

Palavras-chave: Cuidado Pré-Natal, Avaliação de Programas e Projetos de Saúde, Atenção Primária à Saúde, Estratégia Saúde da Família, Saúde da Criança, Saúde da Mulher

Resumo

Objetivo: avaliar indicadores de processo e resultado do cuidado pré-natal desenvolvido na atenção primária comparando os modelos de atenção tradicional e Estratégia Saúde da Família. Método: estudo de coorte, realizado com amostra intencional de 273 mães/bebês captados no período neonatal e acompanhados por um ano. Adotou-se referencial de avaliação de Donabedian e os dados foram discutidos a partir da Determinação Social da Saúde. A variável independente foi o modelo de atenção. As variáveis dependentes, na avaliação de processo, relacionavam-se à qualidade do pré-natal e ao escore de qualidade criado e, na avaliação de resultado, às condições de nascimento e primeiro ano de vida. A avaliação de processo foi realizada por estimativa do risco relativo e a de resultado, por Modelo de Regressão Múltipla de Cox. Resultados: foram identificadas menores rendas e risco de baixo escore de qualidade pré-natal nas Unidades de Saúde da Família, onde ocorreu mais consulta de puerpério e ações de educação em saúde. Não houve diferença nos indicadores de resultado. Conclusão: possivelmente, a melhor qualidade da atenção pré-natal foi capaz de minimizar efeitos socioeconômicos negativos encontrados na saúde da família, de modo que os indicadores de resultado foram semelhantes em ambos os modelos de atenção primária.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-19
Como Citar
Oliveira, R., Ferrari, A. P., & Parada, C. (2019). Processo e resultado do cuidado pré-natal segundo os modelos de atenção primária: estudo de coorte. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 27, e3058. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2806.3058
Seção
Artigos Originais