Dinâmica de geração e dissipação do estresse na equipe de enfermagem num centro de oncologia

Palavras-chave: Estresse Ocupacional, Equipe de Enfermagem, Absenteísmo, Qualidade da Assistência à Saúde, Segurança do Paciente, Modelo Matemático

Resumo

Objetivo: representar a dinâmica de geração, acumulação e dissipação do estresse na equipe de enfermagem em um centro de terapia oncológica. Método: um modelo de simulação matemático de dinâmica de sistemas foi desenvolvido com base na coleta de dados in loco. O modelo serviu para testar o impacto de três políticas direcionadas a reduzir o estresse na equipe: i) incremento na carga de atendimento; ii) incremento do tamanho das equipes de turno e iii) redução de horas de atendimento por leito. Resultados: o modelo demonstrou que a política de incremento de tamanho da equipe obteve os melhores resultados, sintetizados com o índice de absenteísmo, estabilizando-se em 8%; pessoal afastado também se estabilizando em 4-5 pessoas por mês, bem como o estresse acumulado reduzido aos níveis do cenário base. Conclusão: as medidas no sentido de acompanhamento das demandas físicas e emocionais, a contratação de pessoal, um melhor treinamento técnico para as atividades ditas estressantes e uma melhor distribuição de tarefas podem ser eficazes na redução dos índices de absenteísmo e melhorar a qualidade de vida desses trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-19
Como Citar
Sant’ana, J. L., Maldonado, M., & Gontijo, L. (2019). Dinâmica de geração e dissipação do estresse na equipe de enfermagem num centro de oncologia. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 27, e3156. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2874.3156
Seção
Artigos Originais