Panorama das ações de combate à resistência bacteriana em hospitais de grande porte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1518-8345.3952.3407

Palavras-chave:

Infecção Hospitalar, Resistência Bacteriana a Antibióticos, Segurança do Paciente, Vigilância Epidemiológica, Hospitais, Pessoal de Saúde

Resumo

Objetivo: analisar, na prática clínica dos hospitais de grande porte como tem ocorrido a adoção das medidas de prevenção e controle da disseminação da resistência bacteriana e propor um escore de adesão das instituições. Método: estudo transversal realizado em 30 hospitais de grande porte de Minas Gerais, no período de fevereiro de 2018 a abril de 2019, após aprovação pelo Comitê de Ética e Pesquisa. Realizaram-se entrevistas com os gestores dos hospitais, com os coordenadores dos Serviços de Controle de Infecção Hospitalar e com os coordenadores assistenciais das Unidades de Internação e Centro de Terapia Intensiva. Além disso, conduziram-se observações da adoção das medidas de prevenção pela equipe multiprofissional nas unidades assistenciais. Resultados: nos 30 hospitais participantes, 93,3% (N=28) apresentaram protocolos para antibióticos profiláticos, e 86,7% (N=26) realizavam sua auditoria, 86,7% (N=26) para antibióticos terapêuticos e 83,3% (N=25) sua auditoria; 93,3% (N=56) utilizavam luvas e capotes para pacientes em precaução de contato, e 78,3% (N=47) dos profissionais desconheciam ou responderam de forma incompleta sobre os cinco momentos para higienização das mãos. No escore para identificar a adoção das medidas de controle da resistência bacteriana, 83,3% (N=25) dos hospitais foram classificados como com adesão parcial, 13,3% (N=04) com adesão deficiente e 3,4% (N=01) como não adoção. Conclusão: constatou-se que as medidas recomendadas para contenção da resistência bacteriana não estão consolidadas na prática clínica dos hospitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-04-29

Como Citar

Mello, M. S. de, & Oliveira, A. C. (2021). Panorama das ações de combate à resistência bacteriana em hospitais de grande porte. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 29, e3407. https://doi.org/10.1590/1518-8345.3952.3407

Edição

Seção

Artigos Originais