Cultura de segurança do paciente, cuidados de enfermagem omitidos e suas razões na obstetrícia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1518-8345.4855.3461

Palavras-chave:

Segurança do Paciente, Cultura Organizacional, Qualidade da Assistência à Saúde, Cuidados de Enfermagem, Enfermagem Obstétrica, Estudos Transversais

Resumo

Objetivo: avaliar as correlações entre a cultura de segurança do paciente, os cuidados de enfermagem omitidos e as razões da omissão na área obstétrica. Método: estudo transversal, realizado em 2019, com 62 profissionais da enfermagem atuantes na área obstétrica de um hospital de ensino do Sul do Brasil. Utilizaram-se os instrumentos MISSCARE-Brasil e Hospital Survey on Patient Safety Culture. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, teste de comparação de médias e correlação de Spearman. Resultados: a média geral de respostas positivas para a cultura de segurança foi de 34,9 (± 17,4). Os cuidados de avaliação dos sinais vitais e monitoramento da glicemia capilar foram os mais priorizados, sendo a aspiração de vias aéreas e higiene bucal os mais omitidos. As principais razões para as omissões referem-se aos recursos laborais e ao número inadequado de pessoal. Constatou-se correlação significativa e inversamente proporcional entre cultura de segurança do paciente e cuidados de enfermagem omitidos (r = -0,393). Conclusão: a cultura de segurança da área obstétrica foi avaliada pelos profissionais da enfermagem como frágil. Quanto mais fortalecida a cultura de segurança e maior investimento nos recursos laborais e humanos, menor o número de cuidados omitidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-06-28

Como Citar

Silva, S. C. da, Morais, B. X., Munhoz, O. L., Dal Ongaro, J., Urbanetto, J. de S., & Magnago, T. S. B. de S. . (2021). Cultura de segurança do paciente, cuidados de enfermagem omitidos e suas razões na obstetrícia. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 29, e3461. https://doi.org/10.1590/1518-8345.4855.3461

Edição

Seção

Artigos Originais