A privatização do ensino superior em enfermagem no Brasil: perfil, desafios e tendências

Autores

  • Amanda Cavada Fehn Organização Mundial de Saúde, Oficina Central de Enfermagem, Genebra, GE, Suiça; Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. http://orcid.org/0000-0001-8839-4929
  • Thays dos Santos Guaraciaba Alves Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social, Rio de Janeiro, RJ, Brasil; Bolsista da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Brasil. http://orcid.org/0000-0002-0431-0458
  • Mario Roberto Dal Poz Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social, Rio de Janeiro, RJ, Brasil; Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), Brasil. http://orcid.org/0000-0002-3005-3280

DOI:

https://doi.org/10.1590/1518-8345.4725.3417

Palavras-chave:

Educação em Enfermagem, Estatísticas de Enfermagem, Escolas de Enfermagem, Privatização, Economia da Enfermagem, Brasil

Resumo

Objetivo: o presente estudo visa analisar e caracterizar o movimento de expansão dos cursos de graduação de enfermagem no Brasil a partir dos anos 90. Discutem-se as características desta expansão, o cenário sócio-político em que ocorreu tal movimento, bem como a qualidade do ensino disponível com base nos dados coletados. Método: trata-se de um estudo descritivo, transversal e de abordagem quali-quantitativa, com o uso de bases de dados secundárias. Resultados: foi identificado um crescimento acelerado e desordenado dos cursos de graduação em enfermagem, bem como do número de vagas, devido especialmente à participação do setor privado, em especial a partir do ano 2000. Desigualdades geográficas na distribuição desses cursos e vagas também foram identificadas. Conclusão: a forte expansão do ensino superior em enfermagem, ao lado de outras profissões de saúde, resultou no fortalecimento de instituições privadas de ensino superior associadas a grupos econômicos, na concentração regional, bem como na oferta excessiva da modalidade de ensino a distância sem avaliação adequada de sua qualidade ou repercussões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-06-28

Como Citar

Fehn, A. C., Alves, T. dos S. G., & Dal Poz, M. R. (2021). A privatização do ensino superior em enfermagem no Brasil: perfil, desafios e tendências. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 29, e3417. https://doi.org/10.1590/1518-8345.4725.3417

Edição

Seção

Artigos Originais