Motivos que levaram idosos a buscar atenção em uma unidade básica de saúde

Autores

  • Mary Rosane Quirino Polli Rosa Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Zuleica Maria Patrício Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Maria Regina Silvério Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Davi Rumel Universidade do Sul de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0104-11692009000500012

Palavras-chave:

saúde do idoso, saúde pública, promoção da saúde, classificação internacional de doenças

Resumo

Estudo de abordagem quantitativa, cujo objetivo foi conhecer os motivos que levaram idosos a buscar atenção em um ambulatório de serviço básico de saúde de Santa Catarina. Os dados foram coletados em prontuários de 401 idosos atendidos pela equipe de saúde. A leitura inicial dos registros evidenciou 4 634 motivos que, após análise qualitativa, foram agrupados em queixas e solicitação de atenção. Esses dados, em segunda análise, receberam classificação de R e Z, segundo a CID-10. A categoria R - queixas expressas por sinais e sintomas - somou 64% dos motivos, sendo a "dor" o mais evidenciado. Os demais motivos, 36%, corresponderam à categoria Z, denominada solicitação de atenção, representada por pedidos de receita de medicamentos e atendimentos para controle de saúde. O estudo evidenciou a complexidade da demanda de atenção à saúde dessa população na região pesquisada, mostrando a necessidade de aquele serviço desenvolver atenção específica e de caráter interdisciplinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2009-10-01

Como Citar

Rosa, M. R. Q. P., Patrício, Z. M., Silvério, M. R., & Rumel, D. (2009). Motivos que levaram idosos a buscar atenção em uma unidade básica de saúde. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 17(5), 670-676. https://doi.org/10.1590/S0104-11692009000500012

Edição

Seção

Artigos Originais