Fatores associados à satisfação no trabalho em Centros de Atenção Psicossocial

Autores

  • Sonia Regina da Costa Lapischies Secretaria Municipal de Saúde de Pelotas
  • Vanda Maria da Rosa Jardim Universidade Federal de Pelotas; Faculdade de Enfermagem
  • Luciane Prado Kantorski Universidade Federal de Pelotas; Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.3474.2500

Resumo

OBJETIVOS: analisar a prevalência de satisfação no trabalho e identificar fatores associados em Centros de Atenção Psicossocial. MÉTODO: estudo transversal com 546 trabalhadores de 40 Centros de Atenção Psicossocial, da Região Sul do Brasil. A satisfação foi identificada a partir da Escala de Avaliação da Satisfação da Equipe de Saúde Mental e a análise ajustada dos dados, realizada por modelo de regressão logística. RESULTADOS: prevalência de satisfação no trabalho de 66,4%. Fatores diretamente associados à satisfação: função de nível superior (excetuando médicos e psicólogos), tempo de trabalho menor ou igual a seis meses, realização de maior número de visitas domiciliares, boa supervisão pela equipe, possibilidade de fazer escolhas coletivas e cursos. CONCLUSÕES: a satisfação está associada à organização e às condições do trabalho e demonstra necessidade de se investir em supervisão pelas equipes, em processos que democratizem os serviços e, também, na formação de seus trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2014-12-01

Como Citar

Lapischies, S. R. da C., Jardim, V. M. da R., & Kantorski, L. P. (2014). Fatores associados à satisfação no trabalho em Centros de Atenção Psicossocial . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 22(6), 950-958. https://doi.org/10.1590/0104-1169.3474.2500

Edição

Seção

Artigos Originais