Fatores sociodemográficos e de saúde associados à dor crônica em idosos institucionalizados

Autores

  • Maria Helena Barbosa Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Alison Fernandes Bolina Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Jordânia Lumênia Tavares Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Aldenora Laísa Paiva de Carvalho Cordeiro Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Raíssa Bianca Luiz Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Karoline Faria de Oliveira Universidade Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.1590/0104-1169.3552.2510

Resumo

OBJETIVOS: caracterizar a dor crônica em idosos institucionalizados e verificar os fatores associados. MÉTODO: estudo observacional, transversal, não experimental, com abordagem quantitativa. Participaram do estudo 124 idosos residentes nas Instituições de Longa Permanência para Idosos de um município de Minas Gerais, Brasil. O projeto aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa. Foram avaliadas variáveis clínicas e sociodemográficas dos idosos e aspectos relacionados à dor. Os dados foram analisados segundo estatística descritiva e análise bivariada (qui-quadrado). RESULTADOS: observou-se prevalência de 58,1% de dor crônica; por mais de 10 anos (26,4%); em membros inferiores (31,9%); do tipo "pontada" (33,3%); 33,3% adotavam tratamento medicamentoso; não havendo fator de melhora (41,7 %) ou piora da dor (34,7 %). Evidenciou-se que idosos com 60├70 anos tiveram 70% menos chances de apresentarem dor crônica em relação aos de 80 anos e mais (p=0,018). CONCLUSÃO: idosos institucionalizados possuíam prevalência alta de dor crônica, principalmente em membros inferiores, não se identificou o fator melhora ou piora da dor e o tratamento medicamentoso foi evidenciado como primeira escolha. A idade revelou-se fator associado à presença de dor. Considera-se importante que ações multiprofissionais sejam realizadas nas Instituições de Longa Permanência para Idosos, para direcionar ações de prevenção e reabilitação dos episódios de dor nesses idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2014-12-01

Como Citar

Barbosa, M. H., Bolina, A. F., Tavares, J. L., Cordeiro, A. L. P. de C., Luiz, R. B., & Oliveira, K. F. de. (2014). Fatores sociodemográficos e de saúde associados à dor crônica em idosos institucionalizados . Revista Latino-Americana De Enfermagem, 22(6), 1009-1016. https://doi.org/10.1590/0104-1169.3552.2510

Edição

Seção

Artigos Originais