A Metodologia da Problematização (MP) como estratégia de integração ensino-serviço em cursos de graduação na área da saúde

Autores

  • Marta Neves Campanelli Marçal Vieira Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
  • Maria Paula Panúncio-Pinto Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v48i3p241-248

Palavras-chave:

Ensino Superior, Aprendizagem Ativa. Metodologia da Problematização. Saúde /Educação Superior.

Resumo

A formação de profissionais para atuar na área da saúde deve superar o modelo tradicional de educação centrado no paradigma cartesiano/flexneriano, fixado na fragmentação e especialização do conhecimento. A graduação em saúde precisa alcançar estratégias de ensino-aprendizagem que possibilitem a construção coletiva dos conhecimentos, a permanente integração teoria-prática referenciada na realidade social concreta. Tomando a perspectiva das metodologias ativas de ensino-aprendizagem, o objetivo deste artigo é apresentar e discutir a Metodologia da Problematização (MP) como estratégia políticopedagógica de aproximação à realidade e construção da autonomia na formação de profissionais da saúde. Além disso, apresenta as diferenças entre a MP a utilização de outras formas de problematização e solução de problemas como estratégia de ensino. Finalmente discute os limites e possibilidades do método.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Neves Campanelli Marçal Vieira, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Professora Doutora do Departamento de Puericultura e Pediatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Maria Paula Panúncio-Pinto, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Professora Doutora do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2015-06-08

Como Citar

1.
Vieira MNCM, Panúncio-Pinto MP. A Metodologia da Problematização (MP) como estratégia de integração ensino-serviço em cursos de graduação na área da saúde. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 8 de junho de 2015 [citado 7 de dezembro de 2022];48(3):241-8. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/104310

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)