Diagnóstico de depressões unipolares e bipolares e seus especificadores

Autores

  • Itiana Castro Menezes Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento
  • Mário Francisco Juruena Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento Institute of Psychiatry, Psychology & Neuroscience, King's College

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v50isupl1.p64-71

Palavras-chave:

Depressão. Depressão Unipolar. Depressão Bipolar

Resumo

Depressão é um doença comum, recorrente e crônica, que acomete o organismo do indivíduo como um todo, afetando o humor, as funções cognitivas, neuroendócrinas e outros sistemas do organismo, prejudicando o bem-estar pessoal, social e laboral. A depressão é multifatorial (etiologia intrínseca e extrínseca) e heterogênea, pois, além de unipolar ou bipolar, existem especificadores (subtipos) de depressão, cada um contendo particulares em sua sintomatologia. A presente revisão visa abordar as depressões unipolares e bipolares, assim como alguns de seus especificadores, apresentando suas características, crité- rios diagnósticos, epidemiologia, comorbidades associadas e etiologia; também apresentando a importância de ser feito e como pode ser feito o diagnóstico diferencial entre as depressões unipolares e bipolares

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-02-04

Como Citar

1.
Menezes IC, Juruena MF. Diagnóstico de depressões unipolares e bipolares e seus especificadores. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 4 de fevereiro de 2017 [citado 20 de setembro de 2021];50(supl.1):64-71. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/127540
Bookmark and Share